A ignorância devia pagar imposto

Na TSF está agora  a decorrer uma discussão sobre o documento produzido por um grupo de trabalho sobre o serviço público. O seu coordenador, João Duque, professor de economia, prestou-se a ir à TSF “responder aos ouvintes”.

Custa a crer que um professor do qual não se conhece qualquer pensamento, obra, estudo, o que quer que seja sobre televisão, a não ser comentar na SIC economia e finanças, se preste à triste figura de falar do que não sabe. Para ele o serviço público só deve existir para propaganda externa do Governo através do canal internacional. Talvez tenha saudades do programa da Emissora Nacional “A Voz do Ocidente” cujo slogan dizia assim: “Aqui,  Voz do Ocidente, Rádio Moscovo não fala verdade”.

Duque confunde um canal vocacionado para a defesa da língua e da cultura portuguesa, para a valorização da diáspora e a projecção de Portugal no mundo com um canal do Governo (de qualquer Governo) para propaganda  política, possivelmente para angariar votos dos emigrantes.

Como é possível que se tenha entregue a coordenação de um estudo sobre o serviço público a alguém que ignora princípios e conceitos básicos sobre o papel e a história do serviço público tal como nasceu evoluíu e existe nas democracias ocidentais?

Também a avaliação e os argumentos que usa para defender o fim da informação na RTP são de bradar aos céus. Trata-se de preconceitos ideológicos baseados numa alegada manipulação sistemática da informação por parte dos governos que, segundo afirmou na TSF até escolhem comentadores. Os jornalistas da RTP são marionetes para o professor Duque.

Tamanha ignorância e atrevimento não eram, apesar de tudo, previsíveis. E deviam pagar imposto.

About these ads
Esta entrada foi publicada em Jornalismo, Política, Televisão com as etiquetas . ligação permanente.

3 respostas a A ignorância devia pagar imposto

  1. gabriel stein diz:

    Sou totalmente contra esses impostos absurdos, e tenho certeza que todos os trabalhadores de bem também são! se eles tão pedindo tanto deveriam pelo menos investir uma boa parte deles em educação, saúde, coisas para o bem da população, temos potencial para ser um belo de um páis, mas esse crescimento está sendo impedido pelos políticos ladrões! FORA IMPOSTO ABSURDO!!
    achei um site que aborda esse assunto de uma maneira inovadora.. link http://www.temporadafora.com/vlog/impostos

  2. cannis ter diz:

    os jornalistas da RTP tiveram a sua própria agenda enquanto marionetes
    é a cegueira corporativa da carteira profissional que faz ter outras visões…..

  3. cannis ter diz:

    sim essa maravilha de serviço público da RTP

    o público a quem faz serviço é que é escasso….uns meros 6000
    10mil com os fornecedores reformados que voltam de quando em quando

    quanto ao resto em 96 ou 97 publicou isto The Impact of the Corporate Strategy on the Information System Strategy….é só adaptar

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s