Dizem que a troika já fala por cima do governo…

Não acompanhei as conferências de imprensa do ministro das Finanças e da troika mas enquanto almoçava ouvi  no Jornal da Tarde da RTP1 o Pedro Santos Guerreiro a comentar a da troika, não poupando nas palavras.

Disse o director do Jornal de Negócios que a troika tinha falado “depois do Governo e por cima do Governo” e repetiu  mais adiante – “a falar em vez do governo e antes do governo”.  Disse também que isso era uma “falta de respeito institucional”. Exemplificou com a intervenção do representante do FMI que “deu uma ordem ao governo” sobre a TSU que devia subir para 6 ou 7%  e não como o governo quer,  e também lhe deu “uma instrução” ao dizer  que não quer que haja selecção de empresas abrangidas “tem que ser igual para todos”. Acrescentou ainda Pedro Santos Guerreiro que a troika fez “curto-circuito” ao governo ao antecipar-se a anunciar a transferência do fundo de pensões dos bancos.

Fui tentar conferir com outras opiniões e encontrei esta análise de Nicolau Santos, neste caso sobre a conferência de imprensa do ministro.  

Depois de referir a avaliação positiva feita pela troika, e de lamentar que uma vez mais os cortes na despesa não correspondem ao anunciado pelo governo, Nicolau Santos  afirmou que o ministro se comportou como “um director-geral”, marcando uma conferência de imprensa para as 9 da manhã sem direito a perguntas dos jornalistas, deixando estas para a conferência de imprensa da troika. O director-adjunto do Expresso lamenta que “numa altura tão importante para o país” o ministro tenha feito uma declaração, deixando  as respostas para os “seus superiores hierárquicos”.

Continuei à procura de encontrar algum contraditório a estas análises tão severas e encontrei este coro de críticas:

 “Comum a várias reacções foi a acusação ao Governo por alegado seguidismo à “troika”, ou mesmo por “subserviência”, como lhe chamou a CGTP. Acrescem as preocupações da esquerda e dos sindicatos com o impacto social das medidas e as preocupações do patronato com o impacto económico da subida do IVA.

Desisti de procurar mais e fiquei a pensar que o primeiro ministro vai certamente voltar de férias para pôr mão na troika e talvez no seu ministro, para que na próxima ocasião não deixe a troika “passar-lhe por cima”.

About these ads
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

2 respostas a Dizem que a troika já fala por cima do governo…

  1. Carlos Matos diz:

    De onde vem a legitimidade dos senhores da troika que lhe permite fazer isso? ou porque pensam que o podem fazer? e porquê? a quem é conferido o direito de nos governar não tem uma posição sobre isso.
    Temos de saber quem nos governa… afinal?… com que direito e porquê?

  2. abustorff diz:

    não é uma situação virgem infelizmente…
    ainda há alguns meses, na presença do Venerando, parece que um presidente dum dos novos paises do leste se permitiu achicalhar Portugal, sem qualquer resposta daquele.

    e mais recentemente, um comissario europeu mandou calar mesmo dito Venerando que, em visita a Hungria, se permitiu mandar umas bocas sobre assuntos, naquela altura, em discussão com UE…

    Logo, não vi nem ouvi, mas não me admira muito, com este tipo de gente que agora nos comanda…

    abraço

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s