Salvem-se ao menos as aparências

Esta pequena notícia do Correio da Manhã, publicada esta quinta-feira, presta-se a várias leituras, a saber:

leitura rigorosa: o autor da notícia é ignorante porque devia  saber que não compete ao governo apresentar “os nomes candidatos ao conselho regulador da ERC”. Também devia saber que os membros do conselho regulador são eleitos em lista apresentada pelos partidos políticos.

leitura benévola: o autor da notícia e a fonte junto da qual aquele “apurou” a informação, não perceberam que “ilustrar” a notícia com a foto do ministro com o pelouro da comunicação social é o mesmo que dizer que é o ministro quem comanda o processo e não o Parlamento como manda a lei.

leitura política: o ministro com o pelouro da comunicação social não esconde e até “faz gala” que se saiba,  mandando os seus assessores dizerem isso aos jornais, que é ele quem manda e que os “nomes” dos próximos membros do Conselho Regulador da ERC terão a sua “chancela”.  

O que dizem os estatutos da ERC sobre o assunto:

Conclusão:  já nem sequer se cuidam as aparências.

Já agora:

Exemplo de uma notícia “decente” sobre o mesmo assunto:

O presidente da Comissão Parlamentar de Ética, Ciência e Comunicação (CPECC), Mendes Bota, adiantou ao PÚBLICO que o “PS e o PSD estão a tentar criar consenso quanto aos nomes que vão integrar a lista”, um processo que, salientou, está também a ser acompanhado pelas direcções políticas nacionais em conjugação com os líderes das bancadas parlamentares. Logo que seja oficialmente apresentada uma proposta, a conferência de líderes marca as eleições, em consonância com a presidente da AR e após a eleição dos nomes, a Comissão Ética dará início à ronda de audições obrigatórias.

Esta entrada foi publicada em ERC, Jornalismo, Política. ligação permanente.

3 respostas a Salvem-se ao menos as aparências

  1. Scorpius diz:

    Atirador furtivo que envia setas meladas para um lado e envenenadas para o outro.

  2. EGR diz:

    O meu anterior comentário saiu com erros. Rectificando :
    Parece-me que a primeira hipotese,ou seja a da ignorancia,é a mais plausivel.
    As outras exigiriam uma elaboração que não está ao alcance de quem habita aquele lugar.

  3. EGR diz:

    Parece-me que a primeira hipotese,ou seja, a da ignorancia
    As outras são demasiada exigem uma elaboração que não está ao alcance da gente pulula lá no sitio.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.