Corrupção: muita parra, pouca uva

Em Portugal a  corrupção é um tema da agenda política e mediática de alguns jornais e de alguns agentes da justiça.  Mas, em concreto, as cifras da Justiça mostram “muita parra e pouca uva”. 

Esta contradição reflecte-se nos resultados dos barómetros que medem  as percepções dos portugueses sobre a corrupção. O último barómetro internacional saíu agora e abrange o ano de 2011. Numa primeira leitura constata-se que 97% dos portugueses acreditam que a corrupção é o principal problema do país, o segundo lugar mais elevado na tabela, logo a seguir à Grécia, onde 98% afirmam que a corrupção é o maior problema do seu país.

Porém, quando se pergunta aos portugueses se se consideram “totalmente informados” sobre a corrupção em Portugal, apenas 33% respondem sim, enquanto  57% dos gregos  afirmam  que se consideram “totalmente informados” sobre a corrupção no seu País.

Por outro lado, 63% dos portugueses pensam que o suborno e a corrupção estão mais espalhados nos políticos nacionais do que nos regionais e locais.

Dado curioso é ainda o facto de 82% dos portugueses pensarem que a corrupção faz parte da “cultura dos negócios” em Portugal.

O questionário tem uma falha grave que é a ausência de perguntas sobre as fontes de informação dos respondentes. Através de outros inquéritos (embora também muito incompletos sobre a mesma questão) sabe-se que os portugueses baseiam as suas percepções sobre a corrupção nos órgãos de comunicação social. Isso explica talvez a contradição entre serem muitos os que consideram ser a corrupção o problema mais importante do país  mas serem poucos os que se consideram totalmente informados sobre a questão. É que a maioria dessas notícias quando “espremidas” dão em…..nada.

A explicação para as respostas dos portugueses sobre a corrupção pode dever-se a causas apontadas  aquiaqui, aqui, aqui…  

Esta entrada foi publicada em Comunicação e Política, Jornalismo, Justiça, Política, Sociedade com as etiquetas . ligação permanente.

2 respostas a Corrupção: muita parra, pouca uva

  1. Pingback: A corrupção e as percepções sobre a dita | VAI E VEM

  2. Pingback: Viver e aprender | Âncoras e Nefelibatas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s