Indignem-se, mas tapem os buracos!

“(…) a directora do Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP), Cândida Almeida manifestou o seu descontentamento relativamente às constantes fugas de informação em segredo de justiça, citando o exemplo mais recente, a notícia sobre uma associação criminosa envolvendo farmácias, divulgada hoje. 

Há uns meses, Cândida Almeida defendeu o aumento das penas por violação do segredo de justiça e propôs que as escutas telefónicas fossem alargadas aos magistrados do Ministério Público, o que muito indignou o respectivo  sindicato.

Cândida Almeida sabe do que fala:

Em post anterior, sobre o processo “Freeport, escrevi: “Os depoimentos prestados à ERC revelam que fontes do processo procuravam os jornalistas da TVI, fornecendo-lhes elementos do processo em segredo de justiça, alimentando assim o Jornal Nacional de Sexta com um fluxo contínuo de notícias sobre o caso.”

 E noutro post, que pode ser lido  aqui, relatei outro caso.

Indignem-se,  senhores magistrados e restantes agentes da Justiça. Mas tapem os buracos das pastas e dossiês em que guardam os processos em segredo de justiça…

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Jornalismo, Justiça, Política, Sociedade. ligação permanente.

2 respostas a Indignem-se, mas tapem os buracos!

  1. Pingback: RANGEL CONDENADO A PENA PESADA É SINAL DE AVISO DOS JUÍZES AOS JORNALISTAS «

  2. Pingback: Justiça corporativa… ou o local errado para falar | VAI E VEM

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s