O bispo que gosta de malhar nos políticos e os comentadores sem memória

Alguns comentadores, sobretudo da área política, deviam estudar um pouco mais antes de opinarem. Por exemplo, neste caso, o antigo líder social-democrata não se lembra de o bispo das Forças Armadas ter criticado o governo anterior.

Pois… mas é um problema de falta de memória do comentador. Lembremos: 

em Dezembro de 2010, D. Januário “avisou” o governo de então que “Até ao fim de Janeiro, Fevereiro, sem cair em fundamentalismos de base e de datas, se o Governo português não disser a verdade, se não apresentar alternativas, se não indicar apoios, se não apresentar ajudas e solidariedade, se não tiver uma atitude aberta e andarem com retóricas entre o Presidente da República e o primeiro-ministro a discutir a utilização dos pobres, que é uma pouca-vergonha, até do ponto de vista cultural, quer de um quer de outro, eu acho que eventualmente poderemos sofrer consequências e convulsões sociais muito graves”.

Mantendo a coerência, o bispo voltou agora fazer-se ouvir na TSF (não se encontra contudo, a  referência explícita a Salazar)  e ó da guarda, que escândalo, o bispo está “perturbado”!                                                                                                                                                      

Mas estará o bispo “perturbado”, como diz Marques Mendes?  Ou são os comentadores que agora se perturbam com o bispo e antes não? 

About these ads
Esta entrada foi publicada em Governo, Política, Sociedade com as etiquetas . ligação permanente.

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s