Ainda temos governo ou só temos comissão liquidatária?

Não sei se, como disse João Salgueiro, o Governo de Pedro Passos Coelho “não estava preparado para tomar conta do poder”;

Não sei se o ministro das Finanças Vitor Gaspar é um funcionário europeu em comissão de serviço no Governo português e por isso persiste teimosamente em aplicar a receita decidida pelos seus pares, apesar  dos desastrosos resultados, ou se isso se deve pura e simplesmente a incompetência sua e do primeiro-ministro;

Não sei se a ministra da Justiça tem a noção de que ao afirmar que “esperava uma manifestação ainda maior”, referindo-se à manifestação do passado dia 15,  está a tentar desvalorizar o clamor nacional contra o Governo que essa manifestação foi, ou se nem percebe o que aconteceu;

Não sei se Passos Coelho e Vítor Gaspar são influenciados ou  dominados por António Borges e Braga de Macedo, dois catedráticos do neo-liberalismo que de política e do País sabem nada;

Não sei se depois da brilhante ideia da TSU e de o Presidente ter lançado as suas “peças” – Manuela Ferreira Leite à cabeça – e criado uma troika com  delegados seus, do governo  e do Banco de Portugal para ajudarem a descalçar a bota, ainda temos governo e se Passos ainda é primeiro-ministro ou se já não o sendo, pensa que ainda o é;

Não sei se o governo, quando fecha Fundações ou lhes corta financiamento tem critérios ou se o faz a eito, como parece que fez com as fundaçõoes Paula Rego e Mateus;

Não sei.

Mas sei que governo é coisa que já não temos. O que temos é uma comissão liquidatária do País, formada por pessoas sem visão de futuro, incapaz de reconhecer que a receita de “ir além da troika” lançou o País numa espiral recessiva de que não sairá, a não ser renegociando o memorando, não com os funcionários da troika que nos visitam mas com os líderes europeus, juntando-se a Espanha, Itália e Grécia para fazer pressão, em vez de se “ajoelhar” perante Merkel, como tem feito.

Se continuamos assim, vendendo a RTP, a Caixa Geral de Depósitos, A TAP, depois da EDP ….podemos dizer: “Era uma vez um país chamado Portugal …..”

Esta entrada foi publicada em Governo, Política, Sociedade. ligação permanente.

2 respostas a Ainda temos governo ou só temos comissão liquidatária?

  1. Davide Gravato diz:

    Não sei… mas sei que eles não sabem.

  2. Carlos Dias diz:

    Absolutamente de acordo. O país precisa urgentemente de ideias para ultrapassar a difícil situação em que se encontra. Daí que tenha ouvido com muito interesse o discurso que o reitor da Universidade de Coimbra fez na abertura solene das aulas, há alguns dias, durante o qual não só apresentou ideias, como ofereceu os serviços da universidade para ajudar a aprofundá-las e para estudar a melhor forma de as implementar. Mas será que este (des)Governo é capaz de escutar alguém??

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.