Quem tem medo de Sócrates?

Sócrates regressa à TV 21032013-diario_de_noticias_detailVai um reboliço nas redes sociais por causa da notícia do DN, confirmada pela RTP, de que José Sócrates foi convidado e aceitou um espaço semanal de comentário.

Tenho escrito sobejamente neste blog (ver, por exemplo, aqui), sobre o facto de se tratar de uma originalidade das televisões portuguesas, antigos e actuais líderes ou dirigentes partidários deterem espaços próprios nas grelhas de programas que lhes são cedidos pelas direcções de informação para exporem as suas ideias e comentários sem contraditório directo, apesar de serem acompanhados por um ou uma jornalista que lhes serve de interlocutor, uma espécie de “muleta”,  porém sem a capacidade de intervenção e questionamento que um jornalista detém em espaços jornalísticos sejam de debate ou de entrevista. A minha crítica recai sobre os média e não sobre os políticos que, naturalmente, pretendem visibilidade para poderem expôr e defender as suas ideias. Ora,  se essa visibilidade lhes é oferecida e ainda por cima chorudamente remunerada, o que, a crer nas notícias, não acontece com José Sócrates não seria de esperar que a recusassem, embora possam também correr riscos.

Considero porém espantoso e incompreensível que aqueles que agora se espantam por Sócrates  se tornar comentador, aceitem  sem a mínima reacção que ex-líderes de outros partidos – Marcelo e Marques Mendes – incluindo um ex-primeiro ministro, Santana Lopes, todos do mesmo partido, desfrutem há muito desse privilégio.

Do mesmo modo, aqueles que criticam a RTP por ter conseguido que Sócrates lhe desse preferência (calculo que outros canais o tivessem tentado) têm, apenas em parte, alguma razão. É que quem critica a RTP por ter audiências mais baixas que as privadas e que por isso defende a sua privatização ou concessão, não pode ao mesmo tempo criticar a RTP quando ela se coloca no mesmo  terreno das suas congéneres na luta pelas audiências. E quando é o próprio poder político a traçar-lhe um plano de reestruturação que lhe fixa quotas de audiências, como se se tratasse de um mero canal comercial, não se pode legitimamente  criticar a RTP por ela ver em Sócrates uma “locomotiva” para captação de audiências.  Porque, goste-se ou não, Sócrates “vende” e “vende” bem. Perguntem ao Correio da Manhã…

 

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Comunicação e Política, Jornalismo, Política, Sociedade, Televisão com as etiquetas , . ligação permanente.

12 respostas a Quem tem medo de Sócrates?

  1. jose taborda diz:

    Fala sem medo! OS ACAGAÇADOS …TREMEM!!!!

  2. jose taborda diz:

    FALA,Homem,sem medo!!!Os acagaçados,notam-se,CHIIIIIIIIII!!!

  3. Medo? Nenhum! É mesmo… nojo
    🙂

  4. Pingback: Quem tem medo de Sócrates?

  5. Luís Santos, neste blog tenho escrito frequentemente sobre o que penso sobre o serviço público. Penso que se algo tenho deixado claro é a minha recusa de um serviço público feito a pensar apenas na captação de audiências. A minha posição não tem a ver com pessoas em concreto mas com princípios e valores. Por isso, critico que apenas a presumível presença de Sócrates indigne as pessoas que parecem mover-se por questões pessoais conta o ex-primeiro-ministro, visto que a presença de outros com estatuto idêntico não os indigna. É o modelo que discuto e não as pessoas.
    Aliás, enquanto membro da ERC estive na primeira linha da defesa do alargamento do espaço de comentário político na RTP a todos os quadrantes políticos e ideológicos (não apenas partidários) e isso deu frutos na RTP que de facto alargou esse espaço, embora, na altura, a estrutura directiva da RTP se manifestasse contra a ERC (e contra mim, em particular). Espero, pois, que a actual direcção de informação não venha a cair em erros anteriores.
    Abç.

  6. Monteiro Ferreira diz:

    Se houvesse vergonha neste Pais , jamais o povo estaria sujeito a pagar as asneiras dos politicos.
    O Snr Socrates devia ter vergonha de ter tornado este Pais que é dos portugueses, na situacao em que esta.
    Não venham com desculpas que foram os outros.Vergonha.Verhonha.

  7. Estrela,

    Falta um ponto sobre o que dizem os que criticam o Serviço Público por seguir as lógicas comerciais e que exigem um cumprimento rigoroso, escrupuloso, inovador e dfistintivo do contrato de concessão.
    Falta escrever sobre quem defende um Serviço Público de qualidade e não um serviço público qualquer; falta escrever sobre quem se insurge contra o Sócrates na RTP da mesma forma que se insurge contra os concursos brejeiros ou contra a apresentação de um espaço informativo sob a orientação de um humorista.
    Tenho curiosidade em saber o que a Estrela tem a dizer a esses…

    PS: Gostava. como já escrevi noutro lugar, de conhecer a ‘Olivia Pope’ que este governo contratou para, num golpe só, fazer três coisas que até aqui não tinha conseguido: dar uma machadada robusta no SP, sobressaltar a direção do PS e dizer aos eleitores “vejam lá…vejam lá bem se é o regresso dele que querem”. Um golpe de génio (acho que a Estrela, mais do que qualquer um de nós, sabe bem reconhecer isso).

    Cumprimentos,

  8. tereza knapic diz:

    o que incomoda é precisamente a questão das audiências e por isso pergunto :se a RTP estivesse bem financeiramente, se o share das audiências fosse agradável, vender-se-ia a alma ao diabo desta forma? onde está a tal linha que deveria ser intransponível no que concerne á dignidade?se me dissessem que o político em questão viria debater(??) ideias(tê-las-á?)imprescindíveis neste estado de crise internacional, se me assegurassem que a sua seriedade(?) intelectual era uma mais valia para a formação da massa crítica que rareia por aqui, se me assegurassem que não se trata de uma tentativa de branqueamento total do que fez quando cá esteve,…..e, não, não tenho medo de José Sócrates!

  9. José Silva diz:

    Não duvido que a RTP irá dar um grande passo em frente nas audiências e ultrapassar grandemente as outras estações televisivas. A grande maioria dos portugueses está interessada em saber o que se tem passado nos corredores da Política. E Sócrates vai dizer muita verdade. Por isso a “boyada” do CDS e do PSD anda toda aflita e desorientada com esta interessante escolha da RTP.

  10. manuel meira gonçalves pereira diz:

    O aparecimento da oposição no horizonte (finalmente!), gera o caos entre os bonzos e os lumpens!

  11. Joao Vasconcelos e Sa diz:

    Também a pornografia vende bem

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s