O jornalismo como caricatura de si próprio

A perversidade deste tipo de programas é particularmente visível nesta intervenção de Marques Mendes sobre o “regresso” de José Sócrates à televisão, como comentador.Marques Mendes SIC sobre SócratesPerante a afirmação de  Mendes, de que Sócrates não vai “mudar de vida” nem pretende ser comentador político mas apenas usar a televisão como instrumento para realizar  o seu objectivo que é limpar a sua imagem, “reabilitar-se para daqui a ano e meio, dois anos ser candidato a Presidente da República”, a jornalista que contracena com ele não fez a pergunta que se impunha, isto é,  perguntar a Marques Mendes o que é que ele próprio pretende com a sua presença na televisão – primeiro na TVI24 e agora na SIC-  se não estará  também, como Marcelo, Santana e outros, a usar e a televisão como instrumento de influência para objectivos próprios, incluindo uma candidatura à Presidência da República.

A jornalista limitou-se a dizer “timidamente” que Sócrates iria ter  o estatuto que ele,  Marques Mendes, tem na SIC mas este nem se dignou dar-lhe resposta nem ela, aliás, insistiu.

No fundo, as/os jornalistas que  contracenam com os políticos nestes espaços estão ali para marcar o tempo e dar as” deixas”, fazer de “ponto”, como no teatro. Nem chegam a ser  “pé de microfone” porque o microfone está na lapela do comentador.

Não obstante seja possível encontrar diferenças na atitude dos jornalistas que “gerem” estes espaços – Paulo Magalhães, da TVI24, a meu ver  o que mais tenta algum  tímido contraditório  face aos comentadores; Judite de Sousa, reagindo por vezes em situações de em que a mistificação de Marcel se torna flagrante.

Se as televisões querem ter políticos como colaboradores permanentes em espaços sem contraditório mais valia deixarem-nos a gerir sozinhos os seus próprios espaços. Certamente os cenógrafos e os realizadores  arranjariam maneira de os tornar atractivos e “rítmicos” de modo a  prenderem a atenção dos telespectadores.

Definitivamente, o jornalismo torna-se, nestes espaços, uma caricatura de si próprio.

 

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Comunicação e Política, Jornalismo, Política, Sociedade, Sociologia dos Média, Televisão. ligação permanente.

7 respostas a O jornalismo como caricatura de si próprio

  1. manuel ribeiro diz:

    Não compreendo este tom de surpresa e indignação. Afinal, já há muito que os jornalistas não fazem mais do que segurar microfones. Seja à porta de salas de reuniões de políticos, a seguirem jogadores de futebol à porta do “estágio da seleção”, a recolherem declarações perfeitamente inócuas do português comum, do tipo : “o que acha de mais um aumento do preço da gasolina ?” .

  2. Esse é o problema, Spartacus, um jornalista não contracena, um jornalista pergunta, questiona, confronta, contrapõe, não é “pau de cabeleira” como parece ser o que acontece nestes espaços em que o/a jornalista se limita a fazer de “dono da casa” que recebe uma visita para uma conversa de amigos. Para isso não é preciso um jornalista.

  3. Pingback: Clube de Jornalistas » O jornalismo como caricatura de si próprio

  4. Anabela Ribeiro diz:

    Quanto é que recebe um comentador?

  5. Spartacus diz:

    “A jornalista que contracena com ele não fez a pergunta que se impunha” pela mais óbvia das razões: não “era a pergunta que se impunha”. Estava, como foi dito, e bem, a contracenar com Marques Mendes, que estava ali como como comentador, não a entrevistar Marques Mendes que não estava ali como entrevistado. A única “pivot”, de péssima memória, que me recordo de ver encetar “peixeiradas” com um comentador, foi a inefável Moura Guedes com Sousa Tavares. Felizmente Paula de Sousa, uma profissional de mão cheia, não faz o mesmo.

  6. josé pinheiro diz:

    os politicos devião estar ao seviço da politica e não o contrario

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s