A propósito de duas notícias de hoje

capa 20130422_DiarioNoticias 22 Abril 013

capa 20130422_CorreioManha 22 Abril 013

capa 20130422_Publico 22 Abril 013As duas notícias que fazem manchete  nestes três jornais – financiamentos na Metro do Porto e recrutamento de funcionários judiciais foram também abertura de noticiários radiofónicos e televisivos. Aparentemente, nada as liga. Porém, elas traduzem  situações bem reais da sociedade portuguesa.

Os contratos swaps de cobertura de financiamentos na Metro do Porto, que abriram um “buraco” que ascende a mais de 800 milhões de euros nas contas da transportadora, foram usados em 14 outras empresas do Estado. Independentemente da responsabilidade dos bancos na concessão de empréstimos de contornos duvidosos, a responsabilidade dos gestores públicos não pode ser descartada.

Ora, a frequência com que em Portugal os gestores públicos falham objectivos e lançam as empresas em situações financeiramente calamitosas não pode deixar de se relacionar com a impreparação técnica e científica de muitas das pessoas que são chamadas a ocuparem  lugares nas administrações de empresas ligadas ao Estado. Aliás, a Metro do Porto foi notícia há quase um ano precisamente por motivos relacionados com o recrutamento  de administradores

Queixam-se alguns desses gestores que são obrigados pelos governos a endividarem-se para além do razoável, por motivos eleitoralistas ou outros. Ora, como escrevi aqui, se assim é, ou nos casos em que assim é, não se compreende que não denunciem essas práticas em vez de colaborarem com elas.

A outra notícia – o recrutamento dos funcionários judiciais entre funcionários públicos sem qualquer formação, cozinheiros incluídos (com todo o respeito por essa importante profissão), com 3 meses de formação em vez dos 3 anos habituais, para o desempenho de funções como “redigir inquéritos de arguidos ou despachar processos no final do prazo”,  só pode ter duas leituras: ou a notícia é sensacionalista e o jornal  merece reparo negativo ou o governo é, além de incompetente, totalmente destituído de bom senso. Se a justiça já está pelas ruas da amargura, imagina-se como ficará com funcionários feitos à pressa a tratarem de processos judiciais.  Pior é impossível.

Estas duas notícias mostram bem como o País tem descurado a educação e a formação das gerações que, no presente e no futuro, são e serão os governantes, dirigentes e funcionários do País, nos vários níveis da administração. Ao contrário, o actual governo corta na educação e na investigação científica, despede professores e aconselha os jovens a emigrarem.

Quanto à chamada “classe política” também aí, há um trabalho a fazer no seio dos próprios partidos políticos. Se a política tem uma componente de talento, carisma, intuição e vocação (como dizia Max Weber) possui também uma componente de conhecimento e experiência que passa pela cultura, pela história, pela sociologia, pela psicologia….

O tempo dos líderes “de plástico” feitos na televisão e para a televisão está, felizmente, ultrapassado. Os partidos precisam de investir na qualidade do seu pessoal. Quanto mais não seja para quando chegarem ao governo saberem escolher os melhores e não apenas os amigos.

A remodelação que hoje se consumou mostra como é urgente renovar o pessoal político.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Comunicação e Política, Governo, Justiça, Sociedade, Sociologia dos Média. ligação permanente.

Uma resposta a A propósito de duas notícias de hoje

  1. EGR diz:

    Na verdade é cada vez mais dificil encontrar no dito pessoal quem não seja de “plastico”
    Por isso o recrutamento é o que está a vista.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s