Portas, Berta e o jornalista

Público, 23 Abril 2013, foto de Nuno Ferreira Santos

  Público, 23 Abril 2013, foto de Nuno Ferreira Santos

Só Berta Cabral parece alheada do cumprimento de Passos a Portas na posse dos novos secretários de Estado. Não sei se ambos se tinham já encontrado após a birrinha de Portas a faltar à posse dos ministros que substituíram Relvas na semana passada. Mas a visível expectativa do “friso” de figurantes a quem o primeiro-ministro cumprimenta, mostra que todos se focaram naquele aperto de mão, excepto Berta.

Passos parece mais à vontade que Portas. No instante captado pelo fotógrafo, Passos fixa Portas nos olhos, dizendo algo que faz a fila sorrir. Excepto Berta, que sorri mas noutra direcção.

Sobre a cabeça de Berta, o novo secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros, Francisco Almeida Leite, jornalista saído directamente da secção política  do Diário de Notícias com uma curta passagem pelo Instituto Camões pelo meio, espreita o esgar do seu ministro, quem sabe se não será ele o único a saber onde estava Portas no dia em que faltou à outra posse.

20130422_tomada_posse_2Sobre Ameida Leite, o jornalista do DN que se tornou secretário de Estado, surgiram algumas críticas, compreensíveis, diga-se.

Mas a sedução dos jornalistas pela política e pelos políticos e destes pelos jornalistas vem de longe. Max Weber já em 1919 dizia:

 (…) Isto de andar pelos salões dos grandes deste mundo, em pé de igualdade com eles e mesmo, frequentemente, rodeado de lisonjas nascidas do temor, sabendo ao mesmo tempo que mal tenha virado costas, o anfitrião se desculpará junto dos seus convidados por receber “esses patifes da imprensa”, não é bagatela nenhuma (…)

Em Portugal, essa relação tem sido estudada, mantendo-se bem actual. Almeida Leite é só mais um caso. De qualquer modo, entre ter jornalistas a fazerem política nas redacções ou tê-los a influenciarem as redacções a partir do governo  venha o diabo e escolha. 

 

 

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Comunicação e Política, Governo, imagens, Jornalismo, Política, Sociologia dos Média. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s