RTP: ouviram bem? Nem mais um chavo!

TV GréciaO primeiro-ministro recusou comentar a decisão do governo grego  de encerrar, de forma inesperada, o serviço público de rádio e televisão. E sobre  a RTP, disse:

“O que ficou decidido foi prosseguir com a reestruturação da RTP e garantir que o Orçamento do Estado de 2014 não inclua nem mais um euro para o orçamento da RTP” (…) a estação pública “deverá viver estritamente com base na taxa de audiovisual”.

Desta vez, o primeiro-ministro não disse o que costuma dizer quando lhe falam da Grécia: “Portugal não é a Grécia”, mas foi traído pelo sentimento de “desamor” que nutre pela RTP.  A frase “nem mais um euro” diz muito sobre o que ele gostaria de fazer à RTP.

A frase tem uma óbvia conotação negativa. Relaciona-se com alguem que regateia o que deu e não queria dar e agora com raiva, atira à cara do outro: “nem mais um euro!” Como quem diz: “Ouviram bem? Nem mais um chavo“!

No tempo de Salazar  gritava-se nas manifestações contra a guerra do Ultramar:  “nem mais um soldado para a guerra!”

Mais recentemente  frase idêntica foi usada numa campanha contra o BPN: “nem mais um tostão para o BPN”!

Há coisas que vêm sempre ao de cima, por mais que se disfarce. O primeiro-ministro não quer nada com “coisas públicas”. O dinheiro dos nossos impostos, redistribuído pelo seu governo, privilegia coisas mais importantes como sejam “operações de limpeza dos contratos swap”. 

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Governo, Televisão com as etiquetas . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s