A partir de amanhã, na Sala das Bicas, tem a palavra a oposição

sala das BicasEsta segunda-feira o Presidente começa “a ouvir” os partidos da oposição parlamentar. Não se sabe sobre o que quererá o  Presidente ouvi-los em concreto mas sabe-se (porque eles o dizem todos os dias) que os partidos da oposição lhe vão dizer que pretendem que o Presidente dissolva o Parlamento e marque eleições legislativas antecipadas.

Não se sabe se o Presidente vai dar conhecimento aos partidos da proposta que recebeu de Passos Coelho, parte da qual já foi noticiada. Não seria muito natural que os partidos conhecessem essa proposta em pormenor através do Presidente e não do primeiro-ministro, mas nos tempos que correm já nada é de estranhar. De qualquer modo,  sabe-se já  qual a posição dos partidos da oposição sobre o que é conhecido dessa proposta. Todos a recusam.

Qual é então o interesse das audiências do Presidente aos partidos da oposição? Puramente formal, é o que parece, para dar a ideia de que o Presidente não aceitou “de caras” a proposta de Passos e Portas. E também porque as audiências estavam marcadas e foram adiadas uma primeira vez,  não ficando bem adiá-las ou atrasá-las outra vez.

Resta, então, aos partidos da oposição parlamentar “explorarem” o palco de Belém para dizerem alguma coisa de concreto e consistente ao Presidente e “à saída” na Sala das Bicas onde os jornalistas costumam aguardá-los, para “directos” televisivos.

Seria decepcionante que os partidos da oposição parlamentar se limitassem a dizer que foram pedir ao Presidente eleições antecipadas. O ritual ficará cumprido, o Presidente dirá que ouviu os partidos políticos, voltará a dizer que os governos derrubam-se no Parlamento, etc., etc..

Importante, importante, seria, por exemplo, que o PS informasse o Presidente e os portugueses sobre as hipóteses que tem em cima da mesa, nas diversas alternativas (com ou sem maioria absoluta, coligações preferenciais, tudo bem delineado) para o caso  de o Presidente vir a marcar  eleições antecipadas; quem seria o seu ministro das finanças; quais as primeiras diligências junto da troika (negociar o quê e em que termos); primeiras medidas para relançar a economia e o emprego. Bastavam apenas algumas para começar.

Idem para o PCP e o Bloco de Esquerda: que alianças são possíveis e para fazer o quê. O que  é negociável e o que não é. Com propostas concretas.

Se os partidos da oposição forem a Belém apenas repetir o que todos já sabemos, vai ser fácil ao Presidente e à coligação dizerem que não há alternativas credíveis à actual coligação.

 

 

 

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Assembleia da República, Comunicação e Política, Governo, Presidente da República com as etiquetas . ligação permanente.

2 respostas a A partir de amanhã, na Sala das Bicas, tem a palavra a oposição

  1. Rui Silva Graça diz:

    Se os partidos da oposição o fossem, de facto, teriam aqui um bom pretexto para se afirmarem como tal perante o país: recusarem liminarmente qualquer convocatória do PR para a aprovação tácita da “nova” coligação. E quem diz a oposição,diga-se o mesmo dos parceiros sociais. E, depois, logo veríamos…

  2. Vicente Silva diz:

    Claro que a decisão do PR está tomada a partir do momento em que Passos e Portas lhe apresentaram o guião para as próximas cenas do filme e que se ajusta na perfeição às suas já mais que conhecidas preferências.
    Uma vez mais os partidos da oposição, tal como os mendigos que são convidados para uma ceia de Natal,lá vão ordenadamente ouvir umas palavras de conforto para logo em seguida saírem protestando sim,mas de mãos vazias como haviam entrado.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s