Um “market manager” que não sabia o que vendia

Nestas novas histórias de  swaps que se vão sabendo quase todos os dias, o que mais se estranha já nem são as mentiras da ministra Maria Luís mas o descaramento que parece ter-se apoderado dos governantes, seguros de que tudo lhes é permitido dada a impunidade de que beneficiam.

Os média têm feito o seu papel de  descoberta e divulgação de situações mais que duvidosas, como é o caso do artigo da revista Visão publicado ontem, referindo a tentativa de venda ao governo anterior de swaps para mascarar o déficite, pelo actual  secretário do Estado do Tesouro, Joaquim Pais Jorge, quando era Market Manager do Citibank.

O primeiro-ministro e o Presidente da República permanecem indiferentes perante revelações como esta, como se não fossem responsáveis pelo apodrecimento da situação em que se encontra a ministra das finanças e agora também este membro da sua equipa,  escolhido a dedo  por ela.

 

Hoje, nos já famosos briefings do secretário de Estado Pedro Lomba, Pais Jorge foi explicar-se perante os jornalistas, que só podiam fazer três perguntas (ao que dizem as notícias). Mas o atrapalhado secretário de Estado meteu os pés pelas mãos e nem foi capaz de descrever as funções que desempenhava. Não se lembra de nada em concreto sobre a tentativa de venda dos swaps ao governo anterior mas pela descrição que fez obviamente o seu papel era vender o que desse lucro ao banco que o empregava.

Dizer, como disse que  “a conceção, elaboração ou negociação de produtos derivados” nunca foram da sua competência” é deitar poeira nos olhos dos portugueses. Se nas funções que exercia, de relações com os clientes, não conhecia os produtos que lhes apresentava para que os comprassem, era incompetente.

Ouvindo o secretário de Estado e lendo o que se escreveu na altura da sua nomeação, percebe-se melhor porque razão a ministra das finanças o escolheu. Especialista em swaps e em “mascarar déficites” será muito útil à ministra e ao governo. Para já, mostrou que não fica atrás da ministra na arte da não-resposta às questões que lhe são colocadas.

Perante tudo o que é conhecido e confirmado sobre as omissões e mentiras que rodeiam a actuação da ministra das Finanças e do seu secretário de Estado em matéria de swaps, o governo começa a ter um problema  ético inultrapassável.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Comunicação e Política, Governo, Política com as etiquetas . ligação permanente.

7 respostas a Um “market manager” que não sabia o que vendia

  1. Pingback: A relatora produziu um apagão: a ministra nunca existiu | VAI E VEM

  2. Pelos vistos não era. Como o director-adjunto do Expresso, Nicolau Santos, explicou à SIC, quem sabia tudo sobre swaps eram os bancos e os seus agentes, entre os quaos Pais Jorge. O resto, digo eu, políticos incluídos, foram uns “tótós” nas mãos de especuladores financeiros.

  3. AntiAbrantes diz:

    Na primeira página do Expresso: “Swap mais tóxico foi aprovado por Costa Pina”. Já em relação ao ex-secretário de estado de Sócrates não se pode dizer que fosse propriamente um especialista em swaps

  4. Nessa altura só os “especialistas” como Pais Jorge e Maria Luís sabiam o que eram os swaps…

  5. AntiAbrantes diz:

    A questão é que em 2009, o senhor cuja credibilidade estava comprometida pela tentativa de venda de swaps a Sócrates em 2005, integrou os quadros de uma empresa pública. Na vigência do governo do mesmo Sócrates que rejeitou os swaps. Aí, o “problema ético inultrapassável” não se colocou porquê?

  6. havia sim, o homem é “especialista em PPPs” e foi o que se viu!

  7. AntiAbrantes diz:

    É claro que quando o senhor estava na Estradas de Portugal, na altura das PPP de Sócrates, já não havia qualquer problema de credibilidade para os socráticos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s