Sobre as reacções à morte de António Borges

António Borges morreu e a sua morte provocou manifestações verbais de extrema violência nas redes sociais. Ainda em vida muitas pessoas  e instituições criticaram as suas intervenções públicas, muitas das quais inusitada ou propositadamente  provocatórias, como o insulto aos empresários que contestaram a TSU e as declarações sobre a necessidade de baixar os salários dos portugueses ou a sua defesa da concessão a privados do serviço público de radiotelevisão.

Diria que se pudesse ler as reacções que a sua morte provocou, António Borges talvez entendesse que a violência de algumas das suas declarações, como as acima citadas, se transformariam, no seu desaparecimento, necessáriamente em reacções ainda mais violentas.

Também neste blog eu própria lhe dediquei alguns posts críticando declarações suas, por exemplo, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui e aqui

Borges Público

Diário de Notícias

Diário de Notícias

A  morte de António Borges foi manchete em quase todos os jornais, os quais, ao contrário do tom encomiástico usado por alguns dos seus amigos, usaram palavras  adequadas, talvez percebendo que adjectivos como “brilhante” ou “genial” seriam incompreensíveis para a grande maioria dos leitores.

Jornal de Negócios

Jornal de Negócios

Borges Jornal_i

Diário Económico

Diário Económico

Porque não foi como “mente brilhante“, como lhe chamou o dono do Pingo Doce, que Borges se apresentou aos portugueses. Pelo menos não teve a inteligência de perceber que as suas “brilhantes” teorias económicas – baixar salários e aplicar a TSU aos trabalhadores – provocariam e provocaram (a primeira) muito sofrimento. O “brilho”do seu pensamento,  se o havia, não foi usado na defesa da melhoria do bem-estar dos portugueses.

Sempre que ouvia António Borges nas suas polémias declarações e entrevistas televisivas me interrogava sobre as razões pelas quais nunca antes, quando no partido era o número dois de Ferreira Leite, quisera dar nas vistas afirmando as políticas que viria a defender após ter-se juntado a Passos Coelho.

Quando constatei que estava irremediavelmente condenado a pouco tempo de vida, percebi que António Borges decidira ser lembrado com o pensamento que afirmou nos últimos tempos e não como o político “apagado” dos tempos de Ferreira Leite.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Comunicação e Política, Política, Sociedade, Sociologia dos Média com as etiquetas . ligação permanente.

4 respostas a Sobre as reacções à morte de António Borges

  1. Bernardete Pinto Coelho diz:

    Brilhante por quem e porquê???? Contribuiu para um país melhor? O que é que deixou para ser lembrado e seguido? Em minha opinião apenas um arrogante com teorias que que tinham como objectivo financiar banca e grandes grupos económicos através do aumento imoral da carga fiscal e perda de rendimentos(salários e pensões) de milhões de portugueses. não se perde nada…era apenas mais um a viver encostado ao OE

  2. Arménio Amaral diz:

    Quando as pessoas morrem são sempre bons, mas este nem depois de morto!!!

  3. Antónimo diz:

    Tendo os jornais e televisões ouvido quase em exclusivo amigos, compagnons de route e outros cúmplices, decorre que os artigos jornalistícos estão longe de se poder considerar adequados.

    Julguei estar ouvindo e lendo a entronização de novo santo – um pensador de génio e um católico sem papas na língua nas hagiografias do mercado de comunicação social.

  4. Maria da Graça Foles Amiguinho Barros diz:

    Já lá vai o tempo em que, para se ser «uma boa pessoa» era preciso desaparecer temporariamente ou morrer! Hoje o povo não perdoa o mal que certas mentes que se julgam brilhantes lhes causa ! E com muita razão!!! Os próximos que se acautelem….

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s