A visita do verdadeiro líder

 

 

Portas e Albuquerque em Bruxelas

A visita de Paulo Portas e  Maria Luís Albuquerque às instituições da troika criou a expectativa de que finalmente o governo português iria negociar a flexibilização do programa de ajustamento com os “chefes” da troika, em vez de se limitar a falar com os técnicos que a CE, o BE e o FMI enviam a Lisboa periodicamente para as avaliações do cumprimento do programa. Finalmente, Portas iria dizer cara a cara a Barroso, Monti e Lagarde o que andou a dizer aos portugueses.

As primeiras imagens do encontro em Bruxelas com Barroso e Oli Rhen e as palavras parcas de Portas, à saída, alimentaram essa expectativa: Portas fala aos jornalistas sem contudo abrir o jogo,  Maria Luís atrás, em segundo plano, remetida ao lugar subalterno que Portas lhe destina em matéria de negociações com os chefes da troika.

Eis, porém, que “de acordo com o que o PÚBLICO apurou, o vice-primeiro-ministro não avançou de forma concreta em Bruxelas com nenhuma das reivindicações que tem vindo a fazer em termos de flexibilização dos termos do programa, a começar pela meta de 4% do PIB fixada para o défice orçamental de 2014.

Temos assim que Portas uma vez mais mostrou aos seus colegas  que tratam da comunicação do governo como é que com uma visitinha de cortesia aos chefes da troika conseguiu pôr o País a pensar que ía  negociar o ajustamento e aliviar a carga austeritária imposta aos portugueses.

Os portugueses estão tão carentes de um governo que os defenda e lhes dê alguma esperança que bastou Portas pôr-se a caminho com a sua ajudante Maria Luís Albuquerque, ostentar  o silêncio de quem nada-pode-dizer-apesar-de-ter-muito-para- dizer e assumir um um ar compenetrado e enigmático  para logo verem nele o verdadeiro líder que irá resgatar o país do protectorado.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Comunicação e Política, Governo, Sociedade, Sociologia dos Média com as etiquetas , . ligação permanente.

2 respostas a A visita do verdadeiro líder

  1. Pingback: A visita do verdadeiro líder

  2. o joker e afins têm sem dúvida estilo que apesar de não apreciar arrasta a fé de muitos com submarinos ou a superficie.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s