As preocupações do porta-voz do PSD

PSD garante "ambiente de coesão interna total e absoluta" Que se lixe o País. O que interessa é o calendário eleitoral do partido:

Marco António Costa confirmou que as eleições directas para a liderança do PSD deverão realizar-se em Janeiro e o Congresso Nacional em Fevereiro.

“A razão é muito simples: temos eleições europeias a 25 de Maio, temos de entregar as listas meados de Abril, temos Congresso do Partido Popular Europeu (PPE) em Março e importa chegar ao Congresso do PPE, que irá escolher o candidato do PPE a presidente da Comissão Europeia, já com a nossa vida completamente organizada a nível interno, com as escolhas e todo o trabalho interno do PSD realizado”, justificou.

“O normal seria o Congresso do PSD acontecer no mês de Março, como aconteceu há dois anos e, portanto, há uma ligeira antecipação de menos de 30 dias em função desta circunstância que eu refiro, que é o Congresso do PPE”, acrescentou.

A vida do PSD pode ficar “completamente organizada” mas  a vida dos portugueses é que está cada vez mais desorganizada…

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Comunicação e Política, Governo, Sociedade com as etiquetas . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s