O activismo político da Comissão Europeia

ALogótipo da Comissão Europeia TSF deu esta manhã “voz” ao representante da Comissão Europeia em Portugal que segundo aquela estação de rádio elaborou “um  relatório político para Bruxelas” onde “explica que o Governo está empenhado em cumprir as condições negociadas com a Troika, mas avisa que o espaço de manobra do Executivo está a ficar cada vez mais reduzido com as decisões negativas do TC, e afirma que o apoio da opinião pública também está a diminuir.”

Diz o relatório- um “documento interno a que a TSF teve acesso” que “esta não é a altura certa para o Tribunal Constitucional se envolver em ativismos políticos.”

O “relatório” não engana ninguém quanto aos seus objectivos, o principal dos quais está bem à vista no facto de, não obstante ser citado como “documento interno” ter ido parar a uma estação de rádio, naturalmente para que fosse conhecido dos portugueses e de quem interessa à Comissão Europeia.

O relatório é um verdadeiro panfleto revelando, ele sim, o “activismo político” de que o seu autor acusa os juízes do TC. Tal como veio a público representa um serviço prestado ao governo pela representação portuguesa da Comissão Europeia. A sua divulgação sem imediato contraditório contribuiu para o sucesso da estratégia.

Leiam-se os excertos a seguir, reproduzidos pela TSF:

Qualquer ativismo político do Tribunal Constitucional (TC), nesta fase, com o chumbo de algumas medidas do Orçamento do Estado para 2014, pode provocar um segundo pedido de resgate.”

” as alternativas às reformas estruturais chumbadas pelo TC nos últimos dois anos, acabaram por ser sempre menos eficazes para a implementação do programa de ajustamento, do que as medidas originais.”

os chumbos deixam duas conclusões em aberto: ou o TC está a fazer uma interpretação demasiado restritiva da Constituição, ou pode ser visto com uma real força de bloqueio, com influência direta na política orçamental do Governo.”

O “contraditório” surgiu horas depois na voz de um juiz jubilado do TC: «uma pressão inqualificável». «Já atingiu a raia da falta de vergonha, porque os tribunais, o TC em especial, são para respeitar.”

Outros “contraditórios” virão nas próximas horas. Mas o “recado” da Comissão está dado. Tomámos nota.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Comunicação e Política, Jornalismo, Política, Sociologia dos Média com as etiquetas , . ligação permanente.

4 respostas a O activismo político da Comissão Europeia

  1. Pingback: Esperteza saloia | VAI E VEM

  2. sissil diz:

    O juiz tem razão, a função deles é fazer com que a lei se cumpra, sob pena de entrarmos em incumprimento e rompimento com toda a legislação, o que não é desejável,essa de pedir o segundo resgate deve ser para eu rir. Não procurem desculpas, pedem assim e assado! Não inventem. NÃO VAI HAVER CRESCIMENTO NENHUM NÃO INVENTEM AIBRAM OS OLHOS DE UMA VEZ POR TODAS, NAÕ NOS SACANEIM MAIS!

  3. a luta politica serve-se de muitos “truques” baseados na informação/”felizmente que já abandonamos a fase das armas e dos paralelipipedos/destruição da propriedade . Ainda bem que é denunciada como aqui agora. A campanha dos contras também têm muitos recursos: a campanha agoirenta a prever o chumbo da avaliação e a desinformação sobre corte das pensoes de sobrevivencia são obras de mestres da desinformação que eu tinha nojo de integrar.

  4. Luís diz:

    E que tal dizermos que vamos sair do Euro? E que tal a oposição começar o debate público e explicar o que nos espera mesmo ficando no Euro? E que tal explicar que se sairmos do Euro batemos no fundo mas depois não há outro caminho senão subir? É que já chega de estarmos presos às estratégias de enriquecimento dos outros, que passam pelo constante e definitivo empobrecimento de povos como o português, o grego e outros. Já chega de roubos, de quebra de confiança, de favorecimentos sujos de lobies, políticos e grandes empresas. A União Europeia não pode atacar o Tribunal Constitucuional que se limita a fazer cumprir uma lei que AINDA protege o seu povo dos escroques que tivemos o azar de ver chegar ao Governo e que fazem pior do que a troika mandou.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s