Esperteza saloia

José Luís Arnaut Antena 1Esta manhã no seu espaço semanal na Antena 1, José Luís Arnaut, fez-se de parvo, e chamou “virgens púdicas” e  “provincianismo atávico” aos que criticaram o relatório da representação da Comissão Europeia em Lisboa e repudiaram os ataques que nele se faziam ao Tribunal Constitucional.

“Foi uma fuga”, disse Arnaut e já está a ser investigada, e “a pessoa que a fez vai ser responsabilizada”.

Dá vontade de rir. Quem pensa que engana? Como se o funcionário que divulgou o relatório se atrevesse a fazê-lo sem ordem superior. Como escrevi aqui, o relatório foi cirurgicamente divulgado na TSF precisamente para pressionar o Tribunal e voltar contra ele os portugueses.

Esperteza saloia. Estes senhores pensam que somos parvos.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Comunicação e Política, Política com as etiquetas , , . ligação permanente.

6 respostas a Esperteza saloia

  1. Vicente Silva diz:

    Este sujeito é um digno representante dos peralvilhos que por aí polulam e pelos quais os media revelam uma irresistível e incompreensível atracção.O que admiro é que exista sempre alguém com a paciência necessária para fazer o contraditório com tal aberração de criatura.

  2. pereiradacosta diz:

    Trata-se um rapaz do regime. Foi incumbido de desempenhar estas tarefas menores e, tantas vezes, a roçar o ridículo. O que faz bem. Possui todas as condições para o desempenho desta caricata função. É, em suma, um homem de mão…

  3. Jean Conti diz:

    E quantos J L Arnaut andam por aí à solta !? …. Só nas TV´s são dezenas, centenas, sei lá …. E bem mais completos: vejam o coelho, o portas, o cavaco, a albuquerque …., chiiiiii paro por aqui., o face não tem espaço para todos

  4. Esse desgraçado bem pode falar, que se nao fosse a politica suja do seu antro de amigalhaços, talvez nem para limpar sarjetas servia!

  5. EGR diz:

    José Luís Arnaut é um pedante que, como todos os pedantes, fala com aquele ar de quem está,como refere no post, convencido que somos todos parvos.

  6. J. Madeira diz:

    Creio que, ele não se faz de parvo! É mesmo parvo e forrado do mesmo!
    O mais intrigante, é, tentar perceber qual a razão que a rádio e televisão lhe
    dão ou pagam o tempo de antena que, habitualmente, ele consegue estragar
    com um argumentário de repetição de “slogans” sem os saber explicar e, inva-
    riàvelmente, termina com a máxima; é assim porque é assim !!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s