Imagens que falam

 

Dificimente duas fotografias podiam ser tão expressivas como  estas publicadas no Diário de Notícias de hoje (as minhas desculpas aos autores de ambas, pela falta de qualidade da reprodução que é de minha inteira responsabilidade). 

A primeira, de António José Seguro, corresponde à imagem de um homem, sensível, humano e até humilde.  Parece comovido com qualquer coisa que ele ou alguém disseram no momento em que a imagem foi captada, mas também podia apenas estar constipado e o ar lacrimejante se dever precisamente à constipação. Seguro falava num almoço da Associação Portugal-EUA. A fotografia não está assinada. 

SEguro DN 6 Fev 2014 2

A segunda fotografia é da ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque. É uma imagem de arquivo, captada, tudo indica, na Assembleia da República. O texto não situa a fotografia nem a  relaciona com um conteúdo específico.

Trata-se, como a anterior, de uma fotografia de grande expressividade. Vemos nela arrogância, altivez, insensibilidade, características que nos habituámos a identificar na ministra.

Maria Luís DN 6 FEv 2014

São duas fotografias em que o fotógrafo captou a “alma” dos personagens, que podiamos traduzir assim; humildade e arrogância. Seja o que for que faziam ou diziam no momento em que foram fotografados, os seus rostos, falavam mais que as suas vozes. A objectiva do fotógrafo “viu” e fixou o que provavelmente os circunstantes não viram.

Podemos perguntar o que quis dizer quem seleccionou aquelas fotografias para publicação no jornal.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Comunicação e Política, imagens, Jornalismo, Sociologia dos Média. ligação permanente.

14 respostas a Imagens que falam

  1. lidia drummond diz:

    Dar pérolas a porcos. Vou enviar-lhe as minhas colagens da TOUPEIRA ENQUANTO FUNCIONÁRIA PUBLIA A DAR EKEMENTOS SIGILOSOS DO MINISTÉRIO AOS ALDRABÕES PARA ALAVANCAR A CORJA, INICIADA PELO QUERIDO LÍDER DE BELÉM E SEGUIDA PELO MORTO BORGES QUANDO DIRECTOR DO FMI A INSTIGAR OS ESPECULADIRES A AUMENTAREM OS JUROs ATÉ AOS 7% SUGERIDOS PELO TEIXEIRA DOS SANTOS. AINDA UM DIA VAMOS SABER A VERDADE DOS ENCONTROS SECRETOS EM BELÉM. DO TEIXEIRA, DO CATROGA E DO MARIANI. Pode publicar o que quizer pois assumo a responsabilidade, porque sou maior e vacinada.

  2. Maria Silva diz:

    Essa das fotos, no que se refere a Seguro tem estória. Em tempos o DN escolheu para ilustrar um boato de que Cavaco tinha influenciado o acordo do IRC, uma foto institucional com Seguro e Cavaco que tinha meses, e era sabido que não havia nenhum contacto nem formal nem informal, nem telefónico há meses. Seguro disse-o uns dias antes numa entrevista a M Flor Pedroso. Há dias o económico fez uma parecida. Uma foto institucional de Seguro com Passos Coelho, antiga para ilustrar um tema qualquer que não tinha nada a ver o cú com as calças. Portanto sobre manipulação em fotojornalismo estamos conversados. Neste caso é curioso, porque não vejo o que poderia fazer Seguro emocionar-se no American Club. Mas está bem

  3. Obrigada pelas sugestões de leitura, António Campos Leal.Gosto de aprender com quem tem algo a ensinar.

  4. Não se zangue António Campos Leal, não pretendi ofendê-lo, apenas tentei explicar-lhe o sentido do meu post….

  5. A Miss Swaps está muito bem, com ar altivo e desafiador. É uma imagem de vencedor.
    Já o Tozé Seguro mostra-se com humildade e incapaz de ir à luta. Chorinhas.
    Falo de duas imagens. No entanto eu gostaria de falar sobre Tozé Seguro como um líder político carismático, desafiante, respaldado por uma ideia de futuro, e com coragem em vez de humildade.
    Parabéns ao(s) fotografo(s).

  6. Aproveito e aconselho-lhe dois trabalhos.”Por una función crítica de la fotografia de prensa” da autoria de Pepe Baeza. Lido muitos anos atrás e um outro da autoria de John Tagg “El peso de la representación”. Dois trabalhos que encontrará na edições Gustavo Gili. Acho que poderão ajudar a um melhor entendimento do que afirmei. É que sabe, a sua diatribe, deixou muito mal impressionado a seu respeito. Não me conhece e atreveu-se a incorporar juízos de valor. Talvez porque se tenha ficado pelo significado do meu endereço de correio electrónico. Temos pena.

  7. Qual fotografia artística qual carapuça. Por vezes passa-se. Deve julgar que deste lado está um tótó que até nem sabe as linhas com que cada um se amanha. Mas, já percebi. Quer sentir apoios às suas opiniões. Certo. Felicidades. nem perco mais tempo. Acho que a Senhora Doutora ainda não tinha nascido para a “análise” do foto-jornalismo e eu já por lá andava. E a pensar. Não seja muito azeda, fica-lhe mal. Até porque quanto a percursos o seu é mais conhecido do que o meu. E daí ser possível dar corpo com mais facilidade, às razões que sustentam o seu azedume.

  8. Qual é então a sua análise, António Campos Leal? A “propaganda” está na sua cabeça e não no meu post que não pretende sequer ser uma análise mas sim uma interpretação do sentido que leio nelas. Não se trata de analisar fotografia artística mas sim de encarar aquelas fotografias no contexto em que se inserem, que neste caso é um jornal e não um catálogo ou uma moldura. Vê a diferença?

  9. Álvaro diz:

    Em resumo: Dois bons actores…

  10. A “análise” a cada uma das fotografias pressupõe de imediato um pré-conceito. Em Fotografia a análise não pode começar pela sustentação em afectos ou demonizações. Eu como “estudioso” ao analisar as fotos tenho por obrigação esquecer a antipatia que tenho por ambos os personagens. Se tal não acontecer estarei a incorrer em processos propagandísticos e não numa análise teórica básica. Mas certo. É o caminho por si escolhido.

  11. ehehehe, José Baeta, agora fez-me rir!

  12. Essa não percebi, Maria..:-)

  13. maria diz:

    Será que doeu? Há por aí alguma chucha?

  14. José M. Baeta diz:

    Ó dra. Serrano, não a imaginava uma fanática das teorias de Lombroso !

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s