A RTP redefine o espaço de opinião de José Sócrates

Desconheço se a RTP decidiu mudar o formato do espaço de opinião de José Sócrates no Telejornal de domingo. Seja como for, nas últimas semanas o formato evoluíu para um género mais de entrevista do que de comentário de autor, como era inicialmente, e como se mantêm, na RTP, o espaço de Morais Sarmento, na TVI, de Marcelo Rebelo de Sousa, e de  Marques Mendes, na SIC.

Pode compreender-se a opção, se acaso ela foi pensada previamente e aceite pelo próprio José Sócrates. Mas pode  também  dever-se ao estilo mais interventivo dos jornalistas de serviço em cada domingo,  João Adelino Faria e José Rodrigues dos Santos, “desaparecida” que anda do écran de domingo, Cristina Esteves.

Como espectáculo de televisão, o género entrevista das últimas semanas com Sócrates é, digamos, mais atraente para a conquista de audiências. Foi possível constatar, por exemplo, na rede social twitter que o passa-palavra funcionou: consoante os tuites vinham de vozes da esquerda ou da direita, assim se tuitava “grande Sócrates” ou “grande José Rodrigues dos Santos”.

Do ponto de vista substantivo e de expressão  de uma voz alternativa ao poder vigente, o formato entrevista não permite a clarificação do pensamento do entrevistado, na medida em que o entrevistador emite as suas próprias opiniões, obrigando a réplicas e tréplicas que desviam a atenção para o jogo e a disputa entre entrevistador e entrevistado. Foi isso que aconteceu hoje. José Rodrigues dos Santos ia munido de páginas com frases de Sócrates precisamente para o confrontar e o espectáculo funcionou.

Tratando-se de José Sócrates, dado o seu estilo directo e veemente, e a sua indesmentível capacidade de exposição, tem a ganhar quando é desafiado, como aconteceu hoje, a explicar decisões e alegadas contradições entre a sua acção como primeiro-ministro e as suas declarações actuais sobre a austeridade, o desemprego, a dívida e outros temas substantivos.

O novo formato tem por outro lado a vantagem de  colocar Sócrates como o único comentador que enfrenta contraditório aguerrido num espaço em que os seus congéneres opinam sem contraditório.

Podemos estar perante uma redefinição do chamado “espaço de comentário” nos canais generalistas de televisão. Na SIC, Marques Mendes actua cada vez mais  como uma espécie de porta-voz oficioso do Conselho de Ministros, dando notícias em primeira-mão, como aconteceu ontem anunciando, a partir de Moçambique,  que os cortes em 2015 serão da ordem dos mil e setecentos milhões de euros.

Veremos como evoluirão nas próximas semanas as entrevistas a José Sócrates. E se o novo formato contagia os espaços congéneres na RTP e nos outros canais.

 

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Comunicação e Política, Jornalismo, Sociologia dos Média, Televisão com as etiquetas , . ligação permanente.

14 respostas a A RTP redefine o espaço de opinião de José Sócrates

  1. Kotylson diz:

    Enquanto alguns brincam de ser políticos, Sócrates domina à politica como uma filosofia. Sabe defender convictamente suas convicções… Deixem de merda, a verdade é que o país está pior desde a sua retirada. Culpado pela crise? Se sim, então olhemos para vizinho Espanha, vamos até França, um pouco mais Itália, viramos à rota, Grécia, Irlanda. Bem, acho que Sócrates não foi Primeiro-Ministro destes países e, alguns deles estão ou estavam pior. Sócrates dava garantias de bem-estar as crianças com criações de creches; Estimulava os jovens com cursos profissionais e mecanismos para licenciaturas; Salvaguardava os idosos com as suas pensões; Os desempregados tinham sempre algum subsidio ou apoio social.

    A verdade é que tudo isso acabou, está tudo pior.

    JMM

  2. António Pinto diz:

    O joninhas faria lê o ponto para o sarmento discorrer até enjoar. Com o sócrates nem deixa o comentarista responder sucedendo-se a interpelação. Serão menininhos do relvas estes queridos jaf e jrs? Qual o profissional que lhes vai ensinar a diferença entre entrevista e comentário? Só menininhos do relvas para estarem assim tão confundidos. Capachos.

  3. Gostava de perguntar a Vitor Reis,qual foi o melhor 1º Ministro que este país teve,já que classifica Socrates como o pior.Diga por favor.

  4. jose carlos freitas diz:

    Todo este triste espectaclo que nos ultimos tempos tem surgido sobre o Jose Socrates somente falta dizer que o mesmo é o responsavel pela crise que existe pelos país de todo mundo

    Certo?..
    jose carlos freitas

  5. Vitor Reis diz:

    Acho imensa piada a alguns comentários que li aqui, Sócrates foi talvez um dos piores políticos que tivemos até hoje, colocou o pais na bancarrota e ainda há quem o defenda. Esqueçam esquerda , direita e todas essas tretas, aqui estamos a falar dum político que nos colocou na bancarrota e que depois se vangloria para todos aqueles que o acham o máximo . Só espero que esses não tenham cortes nas pensões nem tenham caído no desemprego, acordem da imensa estupidez.

  6. margarida barbosa diz:

    É lamentável o que se passa na nossa televisão chamada “pública” no que se refere ao espaço televisivo aos domingos no telejornal com a “Opinião de José Sócrates.” A Opinião passou a ser um debate agressivo encomendado pelo Governo. Todos os outros “Comentadores” BEM PAGOS afectos ao Governo não têm contraditório, muito menos agressivos como foi o caso de J. Rodrigues dos Santos.
    Mudem os formatos, venha quem vier, José Sócrates sai sempre por cima…

    M.Barbosa – Lisboa.

  7. Vian diz:

    JRS : Escritor/jornaleiro, que pisca o olho, imitando o portas. Um fiel servidor da Voz do Dono.

  8. Pingback: Confirma-se: há na RTP um novo formato para Socrates | VAI E VEM

  9. Macilva diz:

    redefinição ou ajuste de contas? se redefine mesmo, qual o interesse em entrevistar o sócrates semanalmente?
    mesmo não tendo simpatia por sócrates, assim como não tenho pelo mentiroso passos coelho , achei interessante o ‘baile’ dado ao rodrigo dos santos, excessivamente truculento para um convidado a fazer comentários sobre a actualidade política. cheirou-me a dedo do relvas…

  10. arsm diz:

    Como é possível um jornalista de uma televisão pública ganhar mais que um 1º ministro da República.Só neste País.

  11. João Paulo Gonçalves diz:

    Cara Estrela, com que então houve uma redefinição do formato pela RTP? Com o consentimento do opinador? Isso ou estamos perante uma estratégia de escorraçar o personagem porta fora da RTP?

    Até para o mais distraído quando José Sócrates afirma “não vim preparado para isto” devia ser elucidativo… E já agora, quais foram os temas do presente, e do futuro, que foram discutidos?

  12. A.A. diz:

    Espaço de Opinião ou entrevista de 20 min. ou acerto de contas com o passado? O passado na política interesa? Só se for para ajuste de contas. Passado, passou. Queremos discutir o presente e pensar no futuro. Certo é que J. Rodrigues dos Santos nos poderia e se poderia ter poupado ao triste espectáculo. Terminou mal, mal se despedindo do entrevistado nem dos telespectadores, citando o resultado do Porto-Belenenses. Ou bem a propósito, na expressão de “ficar comum olho à belenenses!” Acho que ficou com os dois, por isso este desfecho. SE fama tinha, alguma perdeu.

  13. Luis Miranda diz:

    Sim, todas as televisões alinhadas com o governo e direita. Só há espaço para o contraditório para quem se opõe a este estado de coisas.

  14. J. Madeira diz:

    Com efeito no começo com Cristina Esteves havia algum espaço
    para que Sócrates expor os seus pontos de vista, a partir de cer-
    ta altura, por cansaço ou por instruções recebidas, a C.Esteves
    passou a acelarar por vezes nem deixava concluir as respostas!
    Tanto o Faria como o J. Rodrigues dos Santos jornalistas profissio-
    nais pegaram no espaço para tentar tirar proveito próprio, foi no-
    tória d diferênça de tratamento no questionar do Faria em relação
    ao modo sorridente como interroga o Sarmento … é mesmo um
    contraditório, ambos os jornalistas são de direita ou navegam nes-
    sas àguas!!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s