Mostrem a carta e acaba-se a discussão

Passos e a carta FMIO governo está irritado com a insistência do PS em exigir a divulgação da carta de intenções para o FMI. 

Não sei se será da irritação mas o que é certo é que os argumentos quer do primeiro-ministro quer do vice-primeiro ministro quer da ministra das Finanças contribuem para aumentar o ruído em torno da carta. Mesmo aqueles que não ligavam importância ao assunto começaram a interrogar-se sobre as razões que levam o governo a não divulgar a carta.

O primeiro-ministro e o seu vice, Paulo Portas, alegam que foi sempre assim nas onze avaliações anteriores: nunca se divulga a carta e quem o faz é o FMI só depois de o seu board ter aprovado o relatório da avaliação.

Ora, mesmo que tenha sido assim em avaliações anteriores, a verdade é que sendo esta a última avaliação e a última carta do governo para o FMI contendo os compromissos do País, bastaria divulgá-la para esvaziar a questão. Para mais, em vésperas de eleições o governo mostraria que não existe qualquer razão para o PS  duvidar da boa-fé do governo.

É claro que depois do que aconteceu com  o DEO e com o aumento do IVA e da TSU, com o governo a negar que não aumentaria os impostos e depois foi o que se viu, existem motivos para duvidar das afirmações categóricas do governo.

E como se tudo isto não bastasse, a RTP mostrou há pouco no Telejornal imagens da carta do governo para o FMI relativa à 7.ª avaliação que o  próprio  governo divulgou no dia em que foi escrita e onde se encontravam os compromissos para o acesso aos mercados entre os quais  a convergência das pensões.

Não é, pois, verdadeiro que tenha sempre sido como o governo diz que foi.

Será que o primeiro-ministro ou o seu vice podem explicar porque não mostram a carta se  o fizeram  na 7.ª avaliação? E, já agora, mostrem a carta e acaba-se a discussão.

E só a RTP é que tem o registo do que se passou na 7.ª avaliação em que o governo mostrou a carta sem esperar pelo FMI? Quem esconde o quê?

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Comunicação e Política, Governo, Jornalismo, Sociologia dos Média com as etiquetas . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s