Diz o Pedro para o Paulo: “trouxeste o boné?”

É preciso descaramento!. Depois de ter alimentado desde  há mais de uma semana uma escalada verbal contra o Tribunal Constitucional, causando instabilidade no País, o primeiro-ministro aproveitou a feira da agricultura para dizer que ” não é o governo que deve ser um factor de instabilidade e de incerteza para o País.

Logo a seguir, virando-se para Portas que entretanto surgira perguntou-lhe com inusitada familiaridade:

Trouxeste o boné? 

Portas respondeu que não tinha ainda passado pelo lugar onde se vendiam bonés…

De facto, não há pachorra. O primeiro-ministro anda a gozar com os portugueses. Ora dramatiza e diz que não pode governar por causa do Tribunal Constitucional, ora larga umas  graçolas com trocadilhos de palavras que ele próprio lançou para a praça pública, como é o caso do pedido do “aclaramento” do acórdão do TC, palavra com que também “brincou” na feira da agricultura.  Para já não falar na “saída da troika”  que afinal saíu mas não fechou a porta.

O país parece um manicómio governado por garotos irresponsáveis, com o Presidente a fingir que não percebe que o recreio não pode durar sempre.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Governo. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s