O jornalismo desportivo ainda é o que era

Ronaldo diz que Portugal não tem qualidade suficienteOs repórteres portugueses que cobrem o Mundial passaram o tempo todo a falar no “melhor jogador do mundo”.  Ronaldo quase deixara de ter nome próprio para ser “o melhor jogador do mundo”.

Ronaldo não tinha alternativa senão alimentar a loucura alimentada pelos media e a esperança de que bastava a sua presença na selecção e no campo para Portugal ganhar. Não sei se as marcas que o patrocinam e a própria selecção o obrigaram a manter o discurso de que estava, primeiro a 99,9% e depois a 10o%. Se Ronaldo admitisse que não estava a 100% no primeiro jogo, cairia o céu em cima dele.

Também não sei se a cena do treino aberto em que Ronaldo  apareceu de gelo no joelho, (tão criticada por Mourinho)  foi pensada para baixar a pressão. Mas a verdade é que baixou, apesar dos seus companheiros de equipa terem surgido a dizer que todos precisam de gelo após cada jogo.

Seja como for, os repórteres que andaram a endeusar “o melhor jogador do mundo”  deviam saber que a insistência em falar de Ronaldo como alguém quase imbatível, transcendente e único, criaria nas grandes massas (pelo menos em Portugal mas também no Brasil, como se viu) expectativas exageradas que dificilmente se realizariam porque, de facto, Ronaldo não é a selecção nem pode carregar às costas a selecção.

Esses exageros acabariam por fazer de Ronaldo um dos bodes expiatórios de todos os fracassos que Portugal veio a ter, além de serem lidos como uma atitude de arrogância e superioridade. Isso mesmo ficou  patente na impertinência do treinador dos EUA quando afirmou que a sua equipa iria “pôr Ronaldo no seu lugar” e Portugal também. Não pôs mas também não se ficou a rir com o empate.

Eis então que repórteres e comentadores ficaram admirados e agastados quando Ronaldo veio dizer  o que cabia aos repórteres e aos comentadores terem visto e dito muito antes. Disse Ronaldo: “Seria mentir da minha parte se dissesse que éramos uma seleção de top. Temos limitações, lesões, o Pepe, o Coentrão… Isso limita-nos bastante. Temos uma equipa limitadíssima. Sem estar ao melhor nível, não conseguimos competir com as equipas de top”,

Ronaldo foi criticado por ter sido sincero e humilde. Muitos repórteres e comentadores não gostaram porque ele contrariou as visões gloriosas que eles andaram semanas a propagar sobre a selecção portuguesa. Pelos vistos, não sabiam do que falavam ou sabiam mas não quiseram dizer. Não sei o que é pior.

É pena que o jornalismo desportivo não seja capaz de um maior distanciamento face aos  acontecimentos que relata.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Desporto, Imprensa, Jornalismo com as etiquetas . ligação permanente.

4 respostas a O jornalismo desportivo ainda é o que era

  1. Os media só sabem criticar o Ronaldo. Ou pelo joelho, ou pelo penteado. Deixem o rapaz em paz, os cabelo é dele, as razões são dele.

  2. Paulo Dias diz:

    Concordo!!
    Já chega de fofoca…a comunicação social é uma m**** É o penteado do Ronaldo (relacionado com um menino com cancro em que Ronaldo homenageou), foi o mediatismo à volta dele, que até o prejudica, pois sabíamos todos antemão que ela não estava nas suas capacidades máximas, mesmo assim vale por dois ou três das restantes “arrastadeiras” que os nossos jogadores pressentiram (é verdade, gostem ou não), escusado é o mediatismo e para terminar agora é a Rhianna …por amor de Deus!! Deixem o Homem em PAZ!!

  3. EGR diz:

    Francamente tudo quanto no plano jornalístico se tem passado em torno da selecção causa-me uma certa nausea; desde o que refere acerca de Cristiano Ronaldo, até as canções patrioteiras com invocações salazarentas da “raça”, do “adamastor” de ” Aljubarrota ” etc. com que a RTP e a RDP nos massacram tudo junto mostra até onde se chegou.
    Isto sem esquecer aquelas reportagens em que se fazem perguntas imbecis e se obtém respostas do mesmo nível.
    E que dizer do abrir de cordões a bolsa por parte da RTP e RDP para terem mandado para o Brasil um exercito de gente ?
    O senhor da Ponte, e o ministro Maduro sobre isto nada !
    Note-se, que até gosto muito de futebol.

  4. afonso diz:

    espelho do mundo reaL em TugaL…..! são sempre os mesmos nos Lugares do toP, mesmo que destruam UM país…!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s