A “arte” da manipulação

Repare-se como estes dois títulos e as respectivas imagens nem precisam de texto para se perceber onde o jornal quer chegar. São ambos do novo jornal electrónico OBSERVADOR:

No primeiro título, o jornal estabelece uma relação implícita entre António Costa e Francisco Louçã. Costa não é Costa mas sim os seus “apoiantes”, personificados no deputado João Galamba.  Eles são notícia porque “vão à apresentação do plano de Louçã”  (o “plano para a dívida”, como se sabe, é da autoria de vários economistas, entre os quais Louçã). O objectivo da  mensagem, não dita, mas implícita, é induzir no leitor  uma ligação entre Costa e Louçã.

Observador dívida 2O  título e a imagem seguintes são também eles conotativos. Associam o “manifesto dos 74” – assinado por personalidades do PSD e do CDS como Ferreira Leite e  Bagão Félix, e do PS e BE , como Francisco Louçã e João Galamba –  ao “plano de Louçã”, como se fossem uma e a mesma coisa.Observador título dívida

A ideia subjacente a este título é a desvalorização dos dois documentos: o “manifesto dos 74”, ter-se-ia “partido” porque um dos seus subscritores – Bagão Félix – não apoia o “plano de Louçã” – (como se os  subscritores de um e de outro estivessem ligados por algum pacto) e ao mesmo tempo procura desacreditar o objectivo principal de ambos os documentos: mostrar que a dívida é impossível de pagar.

É legítimo que um jornal seja contra ou a favor da reestruturação da dívida e que faça disso uma opção editorial.  Mas não é disso que se trata nos dois exemplos acima. Isto chama-se manipulação. Bem feita mas, ainda assim, manipulação.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Economia, Jornalismo, Sociologia dos Média. ligação permanente.

7 respostas a A “arte” da manipulação

  1. acam diz:

    Mas afinal não foram??

  2. Jorge diz:

    Concordo com o Observador.E pelos vistos enfurece quem tem pontos de vista opostos. Boa, Observador!

  3. gastão diz:

    “Aquela coisa” não é um jornal mas o super-blog do Zé Manel e a sua trupe do Tea Party Português pago por “empreendores” do PSD.

  4. Nightwish diz:

    Vindo de quem vem, não surpreende nada. Já não há paciência para esta gentalha.

  5. das@gmail.com diz:

    Eu se mandasse nacionalizava já o observador!!

  6. Este pasquim realmente nem vale a pena ser impresso, só servia para tapar buracos e forrar obras.

  7. vdteodoro diz:

    Qual é a admiração? Esse jornal trabalha para quem o sustenta… como aliás os outros jornais. E quem o sustenta é a malta do Compromisso Portugal que levou o farsolas o Passos Coelho ao poder para criar um estado à medida dos seus interesses.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s