Jornal oficial do PSD Madeira troca “cromos” de jornalistas por “remédio contra a diarreia”

Eis o nível a que chegou o jornal do PSD Madeira: ou dá para rir ou para  processá-lo por “crime de injúria”.
Madeira Livre jornal PSD

Da esquerda para a direita Tolentino Nobrega (jornalista Público); Michael Blandy (CEO Grupo Blandy proprietário do DN Madeira); eu (Lilia Bernardes, jornalista DN Nacional); José Câmara (administrador Grupo Blandy) e Ricardo Miguel Oliveira (diretor do DN Madeira).

Da esquerda para a direita Tolentino Nobrega (jornalista Público); Michael Blandy (CEO Grupo Blandy proprietário do DN Madeira);  (Lilia Bernardes, jornalista DN Nacional); José Câmara (administrador Grupo Blandy) e Ricardo Miguel Oliveira (diretor do DN Madeira).

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Imprensa, Jornalismo, Política, Sociologia dos Média com as etiquetas . ligação permanente.

4 respostas a Jornal oficial do PSD Madeira troca “cromos” de jornalistas por “remédio contra a diarreia”

  1. Gomes Nuno diz:

    ^^y^^…o cromo mais raro aparece em cima!!! não há forma de pôr fim a essa ‘retrete’ laranja??? claro que há!!! haja vontade e união!!!^^y^^

  2. dariosilva diz:

    Já fui contra a violência!

  3. João Fg diz:

    Antigamente os jornais ainda serviam para limpar o traseiro. eram cortados aos pedaços e colocados num gancho. Se fosse hoje, eu servia-me deste e limpava-me onde estivesse a cara do U I. muito embora ficasse mais sujo.

  4. antonio diz:

    Sempre foi uma vergonha o que esse escroque tem feito a decencia e liberdade. Quando uma vez há mais de trinta anos no Funchal comprei o Expresso na banca, fui avisado por amigo que devia fazer uma assinatura pois havia quem espiasse o que se lia e comprava e poderia vir a ter problemas. Lembro a quem não se apercebe mas na ilha todos se conhecem e não passa uma semana que não estejamos a encontrar-nos.A jornalista da RTP que se encontrava com o meu grupo ansiava os momentos unicos em que podia falar livremente sem estar a ser espiada e analisada. E pior os nossos eleitos daqui sempre acharam que era esta a democracia que queremos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s