PS: o caso dos “mortos que se inscreveram para votar”

O caso daria para rir se não fosse tão grave. Desde os jornais que escrevem que os “mortos se inscreveram para votar” , até a artigos de opinião que fazem humor com o caso,  a questão está a minar a credibilidade das primárias do PS e do próprio partido.

Não se compreende como é que o secretário-geral, António José Seguro, não coloca um ponto final no assunto divulgando os nomes dos militantes que pagaram  quotas  ilegitimamente, abrindo um inquérito ao que se passou nos casos já relatados em Braga, Coimbra e Famalicão, a fim de que, se tiver havido  procedimentos ilícitos, os responsáveis sejam exemplarmente punidos.

Não basta afirmar que os casos detectados foram corrigidos. É necessário conhecer os responsáveis e as  circunstâncias em que foi possível que os  ilícitos relatados tenham sido praticados. O Regulamento de quotas do PS indica os modos de pagamentos possíveis, pelo que não é difícil ao secretário-geral identificar e divulgar os nomes dos falsificadores, sem ter que violar qualquer sigilo bancário.

António José Seguro tem todo o interesse em esclarecer completamente este imbróglio. Se o não fizer não se livrará de fechar os olhos e com isso implicitamente favorecer e proteger os infractores.

As declarações da candidata, sua apoiante, à distrital de Braga do PS considerando “normal” que os mortos surjam com quotas pagas, são ridículas e inaceitáveis, merecendo uma clara demarcação da parte do secretário-geral.

Trate-se ou não de “compra de votos”, António José Seguro deve esclarecer rapidamente a situação criada.

 

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Comunicação e Política, Sociologia dos Média com as etiquetas , . ligação permanente.

2 respostas a PS: o caso dos “mortos que se inscreveram para votar”

  1. … Em Coimbra … ao que consta …. Um Determinado Militante … chegou a ir ao cemitério e copiou os nomes apostos nas campas e nos jazigos e , inscreveu-os no Ps …… Pobre P S !!!! Isto não se faz !!!! Contaram-me claro e …. já há muito Tempo !!!

  2. J. Madeira diz:

    Se o ainda Secretário Geral não o fizer deve a Presidente do PS
    tomar uma decisão sobre as “golpadas” ou será o descrédito total!
    Não venham com a treta dos estatutos trabalhados ou com o sigílo
    bancário … é demasiado grosseiro!!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s