A detenção de Sócrates vista do sofá

A detenção de José Sócrates foi um momento de rara oportunidade para compreender e analisar como funcionam em Portugal duas instituições fundamentais em democracia: a justiça e os media.

Sócrates detido SICEstava eu, como de costume, com o televisor ligado enquanto fazia outra coisa quando fui  surpreendida ao ver no rodapé de um dos canais informativos  do cabo que José Sócrates tinha sido detido no aeroporto, à chegada a Lisboa, vindo de Paris. Enquanto a SIC mostrava uma imagem de um automóvel onde Sócrates estaria, apresentando-a  como  um “exclusivo”, eu interrogava-me porque razão Sócrates é detido à chegada e não à partida, uma vez  que a detenção não terá sido uma decisão de última hora. O normal, no meu pensar, seria não o ter deixado partir ou tê-lo detido à entrada para o avião em Paris. Claro que o impacto mediático seria menor,ou mesmo nulo, mas a justiça não se faz para as televisões (achava eu). A imagem da viatura continuava a ser exibida à exaustão no écran, enquanto o repórter  anunciava os  crimes de que Sócrates é suspeito.

Mudei então para a CMTV, a televisão do Correio da Manhã, onde permaneci grande parte do tempo e, diga-se, não o dei por perdido  A CMTV fez jus à sua condição de media do grupo  com mais “exclusivos” dos casos em que José Sócrates é falado como suspeito de qualquer coisa, desde que a TVI e o Sol esgotaram “o atentado contra o Estado de direito”.Sócrates detido 2

O repórter gabava-se de a CMTV ser a única estação de televisão a ter acompanhado desde a tarde de ontem, no aeroporto, a chegada de José Sócrates por uma fonte que a alertara de que ele iria ser detido à chegada de Paris. A CMTV tinha imagens mais completas e não se cansou de mostrar José Sócrates dentro da viatura, enquanto  pedia ao realizador que aproximasse mais e mais o rosto de Sócrates para que ninguém tivesse dúvidas de que era mesmo ele.

Lá mais para a frente, na noite, o director-adjunto do Correio da Manhã, Eduardo Dâmaso, porventura o jornalista com melhores contactos nos vários departamentos da Justiça sobretudo o que “cheire” a Sócrates, não escondia o seu entusiasmo com a detenção do ex-primeiro-ministro.

Voltei para a SIC Notícias e vi então Ricardo Costa a fazer um comentário apocalíptico sobre o futuro do PS e do seu candidato a primeiro-ministro. Entretanto, enquanto jornalistas e comentadores afirmavam que nada se sabe de concreto porque “o caso está em segredo de justiça” e que “é preciso deixar a justiça funcionar”, iam saindo pormenores sobre as razões da detenção: um testa-de-ferro, a casa de Paris, uma conta na Suiça, a casa de Lisboa: Fuga ao fisco, fraude fiscal, branqueamento de capitais, corrupção. “Estão a gozar connosco, com esta coisa do segredo de justiça”, pensei.

Era já tarde quando desisti de ver as repetições das imagens da viatura a sair do aeroporto com Sócrates lá dentro, e da chegada ao DCIAP.

De uma coisa fiquei certa: a justiça está a funcionar e esse é o seu papel. É uma justiça com agenda e que não brinca em serviço. Escolhe os jornais e as televisões a quem dá determinadas informações e avisa-os antes de deter políticos. Prefere  detê-los em lugares onde as câmaras tenham possibilidade de trabalhar e de se instalarem com alguma antecedência. Foi assim nos últimos tempos com Ricardo Salgado que queria ir voluntariamente prestar declarações mas a polícia não deixou e preferiu ir buscá-lo a casa. Foi assim agora com Sócrates, preferindo poupar-lhe o preço do táxi para casa, onde poderia “recolhê-lo” levando-o directamente do aeroporto para o DCIAP.

Cumprida que está a primeira parte da agenda – a mais espectacular – , o Ministério Público passou a um novo estádio, que é o da libertação de informação orientada para a explicação da detenção do suspeito. O “filme” é o mesmo dos vistos dourados,  agora com Sócrates. Em cada dia e hora que passa  são “libertados” pormenores seleccionados do processo, destinados a preparar a opinião pública para a aceitação, como boa, da medida de coacção que virá a ser imposta. “Sócrates só pode ficar detido”, dizia ontem Marinho e Pinto à CMTV.

Nos próximos dias continuarão a sair informações de dentro do “segredo de justiça” e aí teremos também os advogados a jogarem o jogo das fugas. Não sabemos se com Sócrates haverá garrafas de vinho ou caixas de robalos que ridicularizam e descredibilizam o processo mas alguma coisa haverá. Com Sócrates a simbologia deve apontar para algo relacionado com “luxo”, (para além das casas) talvez marcas de roupa, carros, ou algo assim.

Seja como for, a detenção de Sócrates é perturbadora e levanta a questão de saber porque razão ele foi sendo objecto de suspeitas alimentadas pela justiça durante tanto tempo  e só agora no dia em que o novo líder do PS vai ser  eleito a Justiça decide detê-lo.

Seria demasiado maquiavélico que a agenda da justiça para além de orientar a agenda dos media se intrometesse no calendário dos partidos.

Advertisements
Esta entrada foi publicada em Comunicação e Política, Jornalismo, Justiça, Política, Televisão com as etiquetas . ligação permanente.

24 respostas a A detenção de Sócrates vista do sofá

  1. Pingback: A detenção de Sócrates vista do sofá

  2. Carlos fontes diz:

    Analisando os supostos fatos que Sócrates é acusado cheguei à conclusão que na sua maioria não passam de propaganda destinada a alimentar mentes perturbadas, com uma necessidade enorme de se vingarem em alguém das suas vidas miseráveis.
    Ninguém aliás quer saber dos fatos, a sua veracidade, o importante são os comentadores,as interpretações de títulos jornalísticos.
    Em suma, este país ainda vai ter que pagar uma bruta indemnização ao engenheiro José Sócrates pela campanha de difamação que tem sido alvo.
    A única arma contra tanta manipulação da informação está, como sempre este, no espírito crítico. Não aceitar nada como verdadeiro, sem antes o analisarmos.

  3. ocirema diz:

    nao é a detençao de socrates que é perturbadora o que é perturbador é que ele como tantos outros ladroes andem a solta
    ja éra tempo de começarem a ser presos o que eu temo é que como de costume isto nao de em nada porque tanto ele como os grandes ladroes tem muito dinheiro para pagar a bons advogados e até comprar a justiça

  4. José Oliveira diz:

    Estou triste. Não com este caso. Deixo-o de lado para ficar, repito, com o Dr. ;Mário Soares. Então lamenta que a Imprensa se faça eco dos casos em que estará envolvido José Sócrates. Foram meses de investigação jornalística (não é verdade Manuela Moura Guedes?, ela uma
    vítima E deram o que sabiam. No tempo da Censura, e o dr. Márui Soares sabe isso muito bem, é que a Imprensa estava amordaçada. Agora não. E graças , vamos lá ser justos, ao Dr. Mário Soares. Contradições…

  5. Maria Alves diz:

    é incrível como ainda há quem o defenda. As consequências do seu mandato desastroso estão à vista de todos, e estamos todos a sofrer na pele…bom, se calhar nem todos! Da maneira como é defendido por alguns, fico em crer que usufruiram de alguns favores…calhando… digo eu…

  6. Só para compor o ramalhete da feira de quinquilharias que temos com a nossa imprensa. Já nem a o MP informa bem por debaixo do tapete. O carro filmado no aeroporto supostamente transportando José Sócrates foi engano. Este MP desilude-me.

  7. Silvestre Franklim Carvalho António diz:

    Francisco Ivo não tenho como clicar like no teu comentário … mas posso deixar aqui o meu … assinar por baixo….! Parece que ,alguns mais se interessam em desculpabilizar …. “coitadinho” !!!
    Afinal sócrates até é uma vítima … e os jornalistas é que são os culpados…

    Por mim OBRIGADO aos jornalistas que não se deixaram intimidar com as ameaças, os processos e os pedidos de indemenização …

  8. O complot estava armado e a ocasião também… alguém duvida?

  9. margarida durães diz:

    Pago direitos de TV na minha conta de electricidade para me encherem a televisão de tanto NADA! Não posso deixar de pensar que deve haver muita merda que querem esconder para fazerem este show com um indivíduo que tem uma mãe rica que o quer ajudar a ele e aos netos a viverem melhor do que os rendimentos que possuem poderiam permitir. Já não se pode ser uma avó carinhosa neste país?
    Guidinha

  10. Paulo Cardoso diz:

    Caro Brissos,

    A detenção de Sócrates antes de chegar a casa terá sido propositada, As buscas domiciliarias não podem ser efetuadas no período noturno, a nao ser com o consentimento do próprio ( salva algumas excepções ).
    Abraço .

  11. A. Rodrigues diz:

    Pessoalmente, preocupa-me que uma professora de Português escreva repetidas vezes
    “porque razão” em lugar de “por que razão”…

  12. Gonçalves diz:

    Esta senhora se se escondesse, fazia um favor aos mais sensíveis…..

  13. Manuel Santos diz:

    Sem dúvida que é por responsabilidade de gentalha desta (que eventualmente beneficiam do estado) que continuamos a ter personagens destes a governar-nos em democracia. Afinal, alguns, temos os governantes que merecemos!

  14. João silveira diz:

    Que se faça justiça, doa a quem doer. Um pilha galinhas é preso porque não tem com que alimentar os filhos e rouba qualquer coisas para lhes saciar a fome. Toda essa cambada, que só vive á custa da política ,o fim de cabo, e de todos nós, enriquecem do nada ! Para casos destes o fuzilamento seria o remédio. Acabava de vez a ganância!

  15. francisco ventura diz:

    pois é, andamos todos enganados. será que com estas jogadas de bastidores, devidamente programadas, selecionadas e dirigidas, ainda alguém terá a veleidade de pensar que irão continuar a enganar todos e por toda a vida?!…

  16. Bruno diz:

    Se, como dizem os jornais a mãe de Sócrates é parte num esquema que por ser tão grave obrigou a prender um ex-1º ministro e outras pessoas, porque será que a senhora não foi também detida nem lhe fizeram buscas na sua casa, não foi inquirida e não há sequer indícios de que ao menos a queiram ouvir?
    Ou será que neste caso o que realmente interessa à justiça não é o crime nem a verdade mas apenas a pessoa visada – aliás, de antemão visada como dizem alguns?

  17. Francisco Ivo diz:

    A Justiça tem que trabalhar efectivamente 7 dias por semana, 24 horas por dia. Tem que efectivamente trabalhar sempre de acordo com as suas agendas, quer seja no aeroporto, em casa, no mercado ou na rua … Tem que trabalhar de igual modo para os pobres, os ricos, os sem tecto e os famosos .. a qualquer hora e em qualquer lugar , sem prestar conta a estranhos .. o resto são cantigas para entreter … o Madoff , foi preso em Nova York na hora em que devia ser preso para não voltar mais a casa e menos de uma ano depois estava condenado a prisão perpetua … não ficou em casa com pulseira electrónica … Esperemos que a justiça em Portugal esteja finalmente a mudar de rumo …

  18. Paula Maria Fernandes de Sousa diz:

    Estou indignada com esta detenção por um juiz que procura show e promoção através dos media. Como é possível haver fuga de informação com esta super justiça ? Porque é que a SIC sabia? PSD.., BALSEMÃO??? Investiguem todos, a começar pelos governantes. O 1º Ministro teve a sorte do seu caso ,que nunca o entendemos…, ter prescrito ….E então, não se apurou nada? Os mass media calaram-se!!! E Paulo Portas, ainda estou à espera que ele submerja com os seus submarinos e vistos Gold!!! Falar tanto de Sócrates, considerá-lo uma “assombração” num Parlamento,diria mesmo que:”Ele é mesmo bom …para suscitar tanta inveja a quem não o é …, pois serão sempre cérebros mesquinhos, formiguinhas políticas face a ele… Este caso a ser julgado não é politico, é pessoal ou deveria ser… O super juiz está a afastar-se e a perder o rasto dos que mais lesaram económica e politicamente o país…. Que ele trabalhe sem descanso , é ótimo, mas está a revelar algum cansaço … pois está a perder os grandes casos…. Lamento o modo como foi detido e tem sido perseguido José Sócrates, mas faça-se justiça e com tantos casos à solta precisamos de mais superjuízes…
    Paula Sousa

  19. Odete Patrício diz:

    Análise lúcida e preocupante!

  20. Raquel diz:

    Esta detenção está para o país da mesma forma que o caso da casa pia. Todos estes casos foram altamente mediáticos a seguir a grandes escândalos, tais como o caso universidade Lusófona ou o caso dos visa gold. Espero que sinceramente a vaidade de Sócrates faça muita verdade saltar para o domínio público e que desmacar o Portas que domina toda esta classe com informações ultra secretas.

  21. Anonima diz:

    “e só agora no dia em que o novo líder do PS vai ser eleito a Justiça decide detê-lo”
    Seja qual for a data, ele não deixa de ser menos criminoso.

  22. DJE diz:

    Parece-me uma visão algo inocente.
    Não conhece o processo nem a orientação da investigação e como tal não sabe da oportunidade da detenção.
    Para chegar a uma decisão de detenção nestes moldes, o processo, cuja investigação é realizada pela Polícia Judiciária e dirigida por um Magistrado do Ministério Público, colhe também a convição de um Juiz que determina a emissão dos mandados. Intervêem portanto três entidades autónomas.
    Os actos processuais são registados numa aplicação informática chamada Citius, cuja estrutura é gerida pelo Ministério da Justiça que tem igualmente acesso aos conteúdos ou seja, terceiros podem ter conhecimento da existência de mandados de detenção pendentes.
    Não sabe se o processo se encontra em segredo de justiça, pois por defeito, ainda que em fase de inquérito, os processos são públicos.
    Por fim, talvez 10% da população Portuguesa soubesse que as eleições do PS eram hoje, os restantes continuam a pensar que o António Costa já foi eleito há meses.

  23. Liana diz:

    Excelente visão!

  24. Gonçalo Dias diz:

    É igualmente maquiavélico que gentalha dos partidos queira intrometer-se na justiça.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s