O advogado de José Sócrates

João Araújo é um advogado diferente daqueles que habitualmente vemos nas televisões. Judite de Sousa chamou-lhe “desconcertante” na entrevista que lhe fez na TVI.

Admito que João Araújo irrita alguns jornalistas e  comentadores. Marcelo Rebelo de Sousa comentou as suas intervenções com ar displicente, tentando menorizá-lo.  Mostrou deselegância e falta de perspicácia. É possível que o advogado irrite também o juiz e o procurador do processo mas não necessariamente pelos mesmos motivos. É que as palavras e sobretudo as ideias que João Araújo vai deixando aos jornalistas no meio de respostas inesperadas, umas bem-humoradas, outras mal-dispostas, são implicitamente direccionadas a quem dirige o processo e decidiu as medidas de coacção.

Desde a detenção de Sócrates que o advogado João Araújo deu nas vistas, logo no Campus da Justiça, ao dizer aos jornalistas que o assediavam com perguntas que ia ler os jornais ou ver as montras. Os jornalistas não sabiam se haviam de lhe achar graça se protestar contra a maneira como ele lhes respondia. Os que “vivem” à porta da prisão de Évora aguardando pelas visitas de José Sócrates têm em João Araújo um manancial de “frases”, “bonecos” e tudo o mais que anima um programa de televisão. O Correio da Manhã não perde “pitada” mesmo quando João Araújo, ostensivamente, diz à repórter: “não falo ao Correio da Manhã”.

Este lado descontraído e “non sense”  do advogado João Araújo é uma  forma de comunicação extremamente eficaz sobretudo para as televisões. Um advogado assim é algo de inédito em processos mediáticos, só por isso capaz de prender a atenção de quem o vê. Se ele fosse um advogado como os outros que estamos habituados a ver e ouvir, aprumadinhos, controlados, tipo funcionários-de-grandes-escritórios, seria um entre muitos e ninguém lhe prestaria muita atenção.

Ora, João Araújo tem dito muitas coisas para serem ouvidas  por quem as deve ouvir. João Araújo não fala para as “grandes massas” que lêem o Correio da Manhã ou vêem a TVI. Mas esses gostarão também de o ver e ouvir, precisamente por ele ser diferente e parecer uma “pessoa comum”. Porém, o seu discurso é sofisticado e tem um sub-texto.

Quando ele fala do “lado político” da prisão de Sócrates que não pode deixar de ter influenciado necessariamente a decisão do juiz de o prender por ele ser “quem é” (um ex-primeiro-ministro) e que não estando  “acima da lei” também não está “abaixo”; quando afirma, com veemência, que num país civilizado a prisão preventiva é uma medida excepcionalíssima e que não se prende para investigar mas se investiga primeiro e só depois se prende, porque a liberdade é o valor maior;  quando remete para o director da cadeia de Évora a responsabilidade do circo mediático instalado à porta (que impede a família de Sócrates de o visitar); quando diz que acredita na justiça mas condena tudo o que a justiça tem feito com Sócrates; quando acredita no sucesso do recurso que interpôs para a libertação do ex-primeiro-ministro porque está “bem fundamentado”, Joâo Araújo está a chamar a atenção para aspectos cruciais  deste processo.

A argúcia de João Araújo vai ao ponto de responder na mesma moeda aos jornais que trazem todos os dias elementos da acusação a Sócrates. Onde os jornais dizem que o motorista ia a Paris com malas de dinheiro para Sócrates, João Araújo afirma que é mentira e que “o carro” de Sócrates nunca passou de Espanha (“de Badajoz aqui ao lado”); quando diz que “não há provas nem factos”  contra Sócrates e  “declara” que ele “não praticou nenhum dos crimes que lhe são imputados”, João Araújo descredibiliza as “notícias tablóides”  e “as aldrabices”, lançando a dúvida mesmo naqueles mais propensos a acreditarem que Sócrates cometeu todos os crimes (e mais alguns); quando ele diz a Judite de Sousa que Sócrates está “afrontosamente bronzeado” João Araújo está usar uma estratégia comunicativa absolutamente inédita e muito mais eficaz que declarações do próprio José Sócrates ditadas aos jornais.

Advertisements
Esta entrada foi publicada em Comunicação e Política, Jornalismo, Justiça, Política com as etiquetas , , . ligação permanente.

11 respostas a O advogado de José Sócrates

  1. maria celeste ramos diz:

    Jornalistas da cáca

  2. maria celeste ramos diz:

    Portugal tem no PALCO um monte de merdosos

  3. Maria diz:

    Como diz a Valupi, no Aspirina b: exactissimamente. E Joâo Araújo ainda irá surpreender muito. Não seria à tonta da Judite debaixo do seu eterno manto de mulher ferida que João Araújo ia abrir o jogo. Judite, a entrevista e a TVI foram um fiasco, A TVI é a latrina nacional em canal televisivo. E toda a gente sabe. Os seus jornalistas também já demonstraram, mesmo sem a Manela Guedes, que não são isentos. O rancor a José Sócrates é óbvio. E Marcelo, esse idiota enterrou-se mais.

  4. Excelente análise. Subsrevo e aplaudo.

  5. G diz:

    Também eu aprecio o Dr. João Araújo. Gosto da sua postura e concordo com as suas mensagens. Contudo…. gostaria de o ver um pouco mais pedagógico relativamente a certos jornalistas. Não seria preciso revisitar M. e Pinto, mas… P. exemplo. à pergunta insolente “então o sr. não lê jornais? … vive numa caverna ?…” como é possível manter a compostura, sem explicar que tablóides não são jornais, e que insinuações são calúnias e não são informação nenhuma, a não ser talvez acerca da falta de qualidade e ética daqueles que as propalam? E mais, como é possível a este advogado por muito esforço que faça, manter a paciência e a compostura naquele ambiente de circo em Évora? É de facto um homem invulgar.

  6. j.azevedo diz:

    quem escreve assim,só podia ser uma senhora no meio jornalistico do nosso pais.parabens estrela serrano, e um bom natal para si. judite sousa queria lã para seu “novelo” ao serviço da direita ,mas acabou tosquiada pelo dr. joão araujo,homem de familia de gente inteligente.

  7. Esta advogado suscita, nos entrevistadores, comentadores e afins um desnorte evidente! A atitude e o comportamento de J. Araújo deita por terra aquele perfil esfíngico e pomposo que é apanágio de muitos advogados, especialmente quando representam notáveis ! O protagonismo e a pose do “advogado mete medo” não casa bem com J. Araujo !!! E este homem, capaz de ser confundido com um cidadão comum, que sai para o trabalho e tem que apanhar o meio de transporte público, destabiliza repórteres e confunde os críticos. !

    Em suma, o dr. J Araújo ou é um génio, baralha e torna a dar ou um simples advogado a tentar acertar com a defesa do seu cliente e com a fama que lhe caiu ao colo !!!

  8. Pingback: Exactissimamente | Aspirina B

  9. Paulo Rato diz:

    A questão, para mim, é muito simples. João Araújo é inteligente, culto e – coisa raríssima! – usa esses atributos para pensar. A maioria das criaturas que intervêm nos “media” e que dizem coisas imbecis, do género “toda a gente sabe…” não faz ideia do que é isso, ainda por cima tudo junto: inteligência, cultura, pensamento. É demais para as ervilhas cozidas que transportam nos crânios. Judite de Sousa demonstra o que há muito conclui (claro que em colisão com grande parte da tal “toda a gente…”, que se entretém a ver rialitichós e outras cousas de igual dificuldade de aproximação interpretativa): que é mais um “mito urbano”. Algo que penso de muy prezada gente que por aí esvoaça. Mas eu também não me esforço minimamente para ser banal e confortavelmente simpático (Voltaire ajuda a perceber isso, para quem tenha dificuldades). Prefiro dedicar-me a estranhas actividades, como, exactamente, pensar… O que torna difícil a complacência cómoda perante a generalizada insuficiência intelectual em que me sinto mergulhado. Coisas…

  10. J. Madeira diz:

    Excelente apreciação, até porque a qualidade da entrevistadora foi muito baixa,
    e integralmente baseada no que dizem os tablóides, se outro fosse o entrevista-
    do podia dar-se um segundo caso M. Guedes/M. e Pinto mas, era o Dr. João Araújo!
    Deixei de acreditar nos números de audiência atribuidos ao prof. Marcelo desde que,
    foi promovido a catavento perdeu muito da sua sageza de análise, continua bom gi-
    násta nos flic-flacs !!!

  11. Spartacus diz:

    Excelente este seu “post” !

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s