Um episódio de terror da série “operação Marquês”

Movidos pelo poder desmesurado e adrenalina circundante (eram mais de 30) na presença do juiz de instrução e de um alto Procurador da República, “agarram o advogado e levam-no para a sua própria casa e aí fazem busca não autorizada, apreendem documentação vária na presença da mulher, filho de 5 anos e bébé de dois meses que assistem horrorizados à violência com que se despejam gavetas e lhes circulam em passo militar pela casa (…)” (Paula Lourenço, in Boletim da Ordem dos Advogados)

Paula lourenço 0Paula lourenço 1

Paula Lourenço 2

Paula Lourenço 3

Suponhamos que isto não é verdade e que a autora deste texto, advogada de Carlos Santos Silva e do advogado Gonçalo Trindade, ambos detidos preventivamente,  está a delirar. Temos então de perguntar porque é que isto não é imediatamente desmentido pelas instituições intervenientes.

Mas suponhamos que é verdade. Estaremos nesse caso entregues a uma justiça com muita adrenalina mas muito pouco respeito pelo estado de direito.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Justiça, Sociedade. ligação permanente.

10 respostas a Um episódio de terror da série “operação Marquês”

  1. Pingback: Auditoria ao DCIAP: um triste retrato da justiça | VAI E VEM

  2. Pingback: Falando de Justiça: quem investiga os investigadores? | VAI E VEM

  3. António Ramalho diz:

    Tudo o que eu não quero é uma república de magistrados. Sei bem a que isso conduz. Todavia, os primeiros passos estão dados.

  4. Pingback: A indiferença da PGR perante a intranquilidade dos cidadãos | VAI E VEM

  5. J. Madeira diz:

    Já na “grande” operação “Face oculta” houve quem visse um atentado contra
    o Estado de Direito que, era pretensamente atribuído ao P: Ministro na altura
    José Sócrates, por mera coincidência um dos visonários era justamente um
    procurador do M.Público de apelido VIdal outro, vidente era um super polícia
    estretanto passado à reserva!
    Já hoje no editorial do DN, se falava sobre o assunto fazendo um reparo porque
    razão o assunto não foi denunciado mais cedo? Confirmando que,a ser verdade
    estamos perante um caso muito grave … só falta saber quem vai tomar conta da
    ocorrência ? Dado que a JUstiça parece andar em roda livre, os partidos dizem
    que nada podem fazer e, o supremo está a descansar em Belém!!!

  6. RMoreira diz:

    Estamos e não é por isso que a U. E. chama à atenção, os governantes, que são seus mandatários, de tal injustiça :

  7. O caso do banco HSBC e a quantidade de gente com contas na Suiça puxa para a ribalta como o perdão fiscal aqui como na Espanha não tinha nada de inocente. Lamento que os jornalistas sérios, que são muitos , não nos tenham alertado mais cedo, para além do CManhã que estava desacreditado.

  8. MCTorres diz:

    Isto é uma justiça totalitária, num governo e com um PR salazarentos e pidescos! Nunca pensei que o meu país regressasse ao fascismo, em plena “democracia”(Será? Acho que não!?)
    Acorda povo tuga!!!)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s