Em estado de negação

Paulo NuncioAs audições desta tarde sobre a “lista VIP” de contribuintes criada pela Autoridade Tributária  (AT), confirmou a bagunça que reina em algumas áreas da governação. Poderia ser cómico se não se tratasse de um organismo que detém informações sobre a vida de cada um de nós, que pelos vistos pode usar e abusar quando e como lhe aprover.

Os directores que se demitiram, ouvidos na comissão parlamentar,  revelaram-se incapazes de explicar o que aconteceu e qual a sua responsabilidade, mais preocupados em salvarem a face do chefe, o secretário de Estado Paulo Núncio, que surgiu na comissão armado em grande democrata, dando lições de moral e de ética, fazendo rasgados elogios à AT que, pelos vistos, o mandou dar uma curva sem lhe dar cavaco sobre a lista VIP.

Talvez influenciados pelas longas audições do caso BES, em que ninguém sabe de nada ou se um sabe e diz o que sabe, logo o seguinte diz que ele é que sabe e que o anterior mentiu, também os directores da AT estão em estado de negação e negam a existência da “lista VIP” mas viram e aprovaram uma proposta de um funcionário que queria fazer uns testes com VIPs dos órgãos de soberania….

O secretário de Estado que não sabe, não quer saber e tem raiva a quem saiba o que quer que seja sobre a lista VIP, puxou pelos pergaminhos e desancou o deputado do BE que se atreveu a citar Manuela Ferreira Leite quando esta o criticou na TVI.

A conclusão a tirar é que a AT vive  em rédea solta, com funcionários a fazerem propostas criativas para proteger VIPS, os chefes a verem passar combóios, o secretário de Estado a assobiar para o ar e a ministra das Finanças a dizer que não fala a não ser à JSD e para dizer que “temos os cofres cheios”…

Entretanto, o secretário de Estado anunciou em plena audição parlamentar o nome da próxima directora-geral da AT, Helena Borges, esquecendo-se de que há uma coisa chamada CRESAP a quem é suposto  caber a selecção, através de concurso, dos dirigentes da administração pública.

Em suma: o secretário de Estado não sabia que a AT andava a preparar uma lista VIP e até se gaba de não saber, quando devia querer saber e como não sabia devia demitir-se porque devia saber. Confuso? nem por isso…

 

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Política. ligação permanente.

Uma resposta a Em estado de negação

  1. J. Madeira diz:

    Por muito menos do que isto Jorge Sampaio dissolveu a A.R. e convocou eleições!
    Claro foi o último Presidente da República que Portugal teve agora, há um caixeiro
    viajante instalado em Belém mais virado para o exterior, perdeu de vista o País !!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s