Um saneamento insólito

Tenho escrito repetidamente  sobre  a originalidade portuguesa de os directores de informação das televisões portuguesas contratarem políticos e ex-políticos cedendo-lhes espaços para que eles comentem  assuntos  combinados previamente com o jornalista que os “recebe”, para que não fiquem a falar sozinhos.

Visto do lado dos jornalismo, o modelo é absurdo e  sem sentido porque o jornalista “anfitrião” não faz qualquer contraditório, vai fazendo umas perguntas, embora  o espaço não seja de entrevista mas sim para o político-comentador exprimir opiniões … políticas.

augusto+santos+silvaMas o saneamento de Santos Silva do seu espaço na TVI – a crer nas notícias – é uma punição por delito de opinião. Independentemente de se concordar ou não com o formato,  é para mim inesperado que o caso tenha acontecido numa estação de televisão em que pontificam dois jornalistas como  José Alberto de Carvalho e Judite de Sousa. Não creio que o novo director de Informação – Sérgio Figueiredo (que não conheço) – pudesse tomar tal decisão sem o apoio do anterior director, que agora tem funções mais elevadas na hierarquia da estação.

Santos Silva é um intelectual da política, dotado de uma inteligência fulgurante e de um verbo fácil, irónico e, não raras vezes, provocador. As suas opiniões, muitas vezes sofisticadas, irritam os adversários políticos, precisamente pela pertinência e acuidade do seu discurso. Profundo conhecedor dos meandros da política e da governação, foi várias vezes ministro, desconstrói com facilidade e conhecimento o discurso oficial e os argumentos da direita.

As suas críticas à instabilidade horária do programa são pertinentes e representam respeito pelo telespectador que tem o direito de ver respeitados os horários dos programas, desde logo pela TVI. Aliás, o contrato com os colaboradores deveria prever penalizações para alterações aos horários estabelecidos.

A ser verdade que Santos Silva foi “despedido” por criticar o desrespeito dos horários do programa está criada uma situação grave para uma estação de televisão que está obrigada a respeitar a liberdade de expressão, incluindo a dos colaboradores que contrata.

Aguardam-se, pois, explicações da própria TVI sobre as causas do saneamento de Augusto Santos Silva.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Comunicação e Política, Política, Televisão com as etiquetas . ligação permanente.

7 respostas a Um saneamento insólito

  1. Pingback: O saneamento de Santos Silva conheceu novo episódio | VAI E VEM

  2. Alentejano diz:

    Acabei de ver na tvi 24 o locutor laranja levar uma sova do Augusto Santos Silva!!!
    Boa dá-lhes Santos Silva!

  3. rui diz:

    se fosse o sr marcelo, ai ai havia isto e aquilo de condicionamento, de falta do raio que os parta e por aí fora. não é, tá bem é o coiso do contrato e a estratégia de colocação e filhas da putice afins.
    voltamos á normalidade …

  4. Cristo, o normal é o contrato ter um limite. Se é denunciado por uma das partes antes do tempo deve haver alguma justificação que neste caso não se conhece, uma vez que a TVI não a divulgou, pelos vistos, nem ao próprio. Como ele criticou publicamente a sistemática alteração do horário do programa, é lógica a conclusão de que o motivo foram essas críticas.

  5. J. Madeira diz:

    Bem podemos aguardar sentados as explicações da TVI sobre o
    saneamento de Augusto Santos Silva … tudo se resume a uma
    não renovação do contrato por razões estéticas muito próprias!!!

  6. cristof9 diz:

    E não estará no contrato algo escrito sobre como se pode acabar com o programa? É que não me parece razoavel que o director só possa despedir o analista quando ele autorizar. Ou será que o busilis é ser socialista? Tenho pena tambem porque apreciava as suas analises; e penso que quem perde mais é a TVI que fica muito mais pobre, a menos que descubra outra semlhante

  7. E mais grave e insólito sera ainda este saneamento, se o mesmo tiver sido promovido pelo próprio Sérgio Figueiredo a pedido da direcção do PS, que virou a direita em direcção ao seu ex-lider AJSeguro.
    E que as opiniões lucidas, corrosivas, e certeiras do Prof. Augusto Santos Silva provavelmente estavam a ser vistas como inconvenientes por serem desalinhadas com a “estratégia” da muito sábia direcção do partido! Além disso (ou talvez também, ou principalmente por isso) o Prof. Augusto Santos Silva e um perigoso Socrático, não esquecer …
    Vão perder poucos votos, vão ….

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s