As listas de candidatos: momento em que um partido mostra a sua cultura interna

cabeças de lista PSA escolha dos candidatos que integram as listas  de deputados a Assembleia da República (ou ao Parlamento Europeu) é sempre um momento de ebulição nos partidos, em que a autoridade do líder é posta à prova e os partidos revelam o que de melhor e pior existe no seu seio.  De facto, a escolha dos candidatos e a sua ordenação nos diversos distritos é muito reveladora do que está em jogo nessas escolhas e também da cultura interna e da história de cada partido.

Acompanhando pelos jornais, rádios e televisões, a formação e aprovação das listas do PS, foram-se percebendo as reivindicações dos protagonistas e os critérios invocados para  defender ou criticar algumas das escolhas, inclusivas ou exclusivas, que foram feitas.

“Inovação” e “equilíbrio” foram talvez os critérios mais citados nos media relativamente às listas do PS. Não sei se esses foram os primeiros ou os principais critérios na escolha dos candidatos. Mas se o primeiro não oferece dúvidas quanto à sua pertinência, uma vez que os cargos políticos electivos são por definição transitórios, já o “equilíbrio” remete para o que os partidos possuem de mais criticável à face dos cidadãos, isto é, o peso do “aparelho”, as famosas distritais, vistas como cobrando lugares, incluindo no Parlamento, em troca de militância e angariação de votos.

António Costa saíu-se bem da tarefa da constituição das listas de candidatos a deputados. para as próximas legislativas.  Conseguiu uma inovação que poucos antecipariam, sobretudo com a entrada de académicos com visibilidade pública pela intervenção que têm mantido nas suas áreas, como Manuel Caldeira Cabral, Paulo Trigo Pereira, Alexandre Quintanilha, Helena Freitas, Mário Centeno, Porfírio Silva, que surgem como potenciais ministeriáveis, qualquer deles de competência inquestionável. Diria, pois, que o critério “inovação” surge nas listas do PS associado a “competência”, outro critério essencial na escolha de deputados, reforçado nas listas com nomes de socialistas que constituíram uma mais-valia na legislatura que agora finda, como Pedro Nuno Santos, João Galamba, Sónia Fertuzinhos, ou Pedro Delgado Alves, para referir apenas alguns.

António Costa conseguiu juntar à “inovação” e à “competência” um outro critério, essencial na representação de um partido: os “históricos” que fazem a ponte entre a memória do partido, o passado recente e o futuro, e onde cabem Ferro Rodrigues, Vieira da Silva, Edite Estrela, Jorge Lacão, Capoulas Santos, João Soares.

Também a “representação geográfica” que seleccione os melhores, no sentido dos mais conhecedores e mais empenhados na sua região e no contacto com os seus conterrâneos em  cada região, é um critério justo e adequado. Não no sentido de representação de facções, as chamadas “minorias”, o tal “equilíbrio” baseado na contagem de “espingardas” entre “Costistas” e “Seguristas” ou outros “istas”.

António Costa venceu esta difícil prova. E a tudo isto juntou  “a cereja em cima do bolo” que é o Compromisso de Ética que todos os candidatos assinaram para poderem integrar as listas. Faltam ainda algumas bataglhas mas para já o método e os critérios foram bons.

Advertisements
Esta entrada foi publicada em Política, Sociedade com as etiquetas , , . ligação permanente.

2 respostas a As listas de candidatos: momento em que um partido mostra a sua cultura interna

  1. Álvaro Beleza, visivelmente preocupado com a sua escolha para um lugar de topo nas listas do PS disse que os deputados devem ser escolhidos consoante os que “dão muito ao partido”.
    é assim que se faz política em Portugal

  2. rodrigo diz:

    Ferro Rodrigues, sério? Há certas pessoas que deviam ter o bom senso de saber quando desaparecer da vida pública.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s