Então o acordo? Onde é que está o acordo?

PS PCPÉ curioso o nervosismo que se instalou na direita e também em alguma parte do PS que não entendem o silêncio de António Costa e não suportam não conhecer o acordo que está a ser negociado entre o PS, o PCP e o Bloco de Esquerda. A direita queria conhecê-lo  para fazer o mesmo que fez durante a campanha eleitoral. Esconder o seu programa e discutir o do PS.

António Costa faz muito bem em estar calado. E o PCP também. Um acordo cuja finalidade é construir uma alternativa de governo não pode ser discutido na praça pública enquanto está a ser negociado. Bem sabemos que não é vulgar nem fácil controlar fugas de informação num País em que a informação política raramente provém de fontes identificadas.

Da parte do PCP não se estranha e merece elogio a reserva de Jerónimo de Sousa e da equipa que integra as negociações com o PS. Não é costume o PCP adoptar certas tácticas da informação política frequentes noutros partidos. Da parte do Bloco de Esquerda, um partido menos “disciplinado” que o PCP e com muito mais sensibilidades políticas no seu seio, também se percebe a diferente estratégia de Catarina Martins. em assegurar ao seu eleitorado que o Bloco se mantém fiel às suas promessas eleitorais.

O mais inédito é António Costa e a sua equipa de negociadores resistirem  às habituais fugas e mesmo a algum spin sobre o conteúdo das negociações. Isso trouxe alguma agitação ao PS, como provam as iniciativas de Francisco Assis e dos seus seguidores, inquietos por não saberem o que está a ser negociado.

Mas António Costa vai finalmente, este fim de semana, levar à discussão dos órgãos do partido o resultado das negociações. Não será certamente ainda o conteúdo fechado do acordo, uma vez que  Costa sempre afirmou que só depois de rejeitado o programa do governo o PS avançará com a sua alternativa.

Alguns jornalistas deram a notícia das reuniões dos órgãos do PS convocadas para este sábado e domingo como uma afronta ao almoço marcado por Assis para o mesmo sábado. Mas Costa, uma vez, mais mostrou que não  brinca em serviço e abriu a Comissão Nacional aos eurodeputados, garantindo assim a presença de Francisco Assis. É o que se chama uma bofetada de luva branca.

Entretanto Francisco Assis tem deitado alguma água na fervura no entusiasmo daqueles que esperavam dele apoio a uma eventual insurreição de deputados, que ele recusa, ou a disputa imediata da liderança do partido, que ele também afirma não se colocar neste momento.

 

 

Esta entrada foi publicada em Comunicação e Política com as etiquetas , , . ligação permanente.

4 respostas a Então o acordo? Onde é que está o acordo?

  1. carlosalvares diz:

    O António Costa é “macaco” velho. Faz bem em não responder sem ver primeiro o programa deles.Não sei mesmo como ele caiu em,quando das eleições do dia 4, lhes ter entregado o programa do PS antes da votação, A propaganda que eles posteriormente fizeram, baseou-se em combater esse programa. A insistência com que agora pedem ou exigem que o PS caia outra vez na “esparrela”, é prova de que se preparavam para terem igual procedimento. Carlos Patrício Álvares

  2. J. Madeira diz:

    Os pafiosos não são gente que se cheire e, mudam de fato (ideias) ao sabor
    das suas conveniências! Lamentavelmente, ainda há quem acredite na humildade
    postiça que nestes dias mostram, foram arrogantes, mentirosos, o quero posso e
    mando quando dispunham da maioria na A.R.!
    Quanto ao Assis pode-se dizer que,é um ex futuro lider do PS sendo “jovem” exibe
    uma enorme falta de memória do que tem dito ao longo dos tempos, deixando-nos
    a sensação de que nem socialista é mais, parece um oportunista fora de àgua!!!

  3. carlosalvares diz:

    O António Costa portou-se como devia, o Francisco Assis também e o vai e vem teve idêntico comportamento. Isto é que a PaF – (parceria ao fundo), não esperava. Espero que este ambiente se mantenha e seja a confirmação do que desejo.
    Carlos Patrício Álvares

  4. Augusto diz:

    D. Estrela Serrano, o BE tem dito o mínimo indispensável ,isso nada tem a ver com indisciplina, ou falta de sensibilidade política, tem a ver com RESPONSABILIDADE, o BE pela sua porta voz, colocou 3 condições a Antônio Costa, para um diálogo á Esquerda na pré campanha, e como essas 3 condições tiveram resposta positiva, foi possível chegar a bom porto. Tudo o que foi acordado não foi divulgado será se tudo correr pelo melhor na próxima terça – feira . Existe no entanto da parte de certos militantes do PS desconhecimento total do que é o BE, e por isso escrevem textos como o seu, e é pena .

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s