….a caravana passa

Costa e Merkel“Não vim incomodar a senhora Merkel com o OE português; já tem de se preocupar com o seu”

(António Costa, Berlim, hoje)

Pode ser que a frase lhe tenha saído mas a avaliar pelo que vamos conhecendo sobre a capacidade de António Costa de desdramatizar situações complicadas, tornando-as simples e naturais, talvez ele tenha mesmo querido dizer o que disse.

Com esta resposta a quem lhe fez uma pergunta sobre o orçamento português, António Costa disse várias coisas:

  • Que o orçamento de Portugal não diz respeito à “sr.ª Merkel” (portanto, ele não foi lá pedir-lhe apoio nem beijar-lhe a mão);
  • Que entre o primeiro-ministro de Portugal e a chanceler da Alemanha não existe hierarquia, sendo ambos chefes dos governos dos seus países (como quem diz “estamos entre iguais);
  • Que a sr.ª Merkel” tem problemas de sobra no seu país e quem tem a casa a arder não vai apagar os fogos alheios (a referência de Costa aoorçamento da sr.ª Merkel”  funcionou naquele contexto como equivalente ao problema dos refugiados e à contestação de que Merkel está a ser alvo no seu país).
  • Isto é, se Portugal tem o problema do orçamento, Merkel tem o problema dos refugiados.

Já se percebeu que Costa não alinha da diplomacia do croquete. A sua diplomacia parece ser mais a da paciência de chinês… ou, mais prosaicamente, “os cães ladram e a caravana passa”.

Esta entrada foi publicada em Comunicação e Política, Governo, Política com as etiquetas , . ligação permanente.

5 respostas a ….a caravana passa

  1. carlosalvares diz:

    Quanto a Passos Coelho concorrer novamente a primeiro ministro, é prova do seu apego ao lugar mas tal não me preocupa. Durante o seu “reinado” tomou uma série de medidas a que chamou de provisórias e que foram um fracasso. Este também é um desejo provisório. Não resulta. Podemos estar descansados. E esta da reconversão da TAP mais optimismo me dá. (não há dúvida – o homem entrou o.num período negativo. Chaubet

    No dia 5 de fevereiro de 2016 às 22:18, VAI E VEM escreveu:

    > estrelaserrano@gmail.com posted: ” “Não vim incomodar a senhora Merkel > com o OE português; já tem de se preocupar com o seu” (António Costa, > Berlim, hoje) Pode ser que a frase lhe tenha saído mas a avaliar pelo que > vamos conhecendo sobre a capacidade de António Costa de desdramatizar s” >

  2. Vasco Manuel Martins Reis diz:

    Creio que é ainda adepto da cruel e vergonhosa tauromaquia! Creio que persiste em defender a prospecção de hidrocarbonetos, arriscada e prejudicial para o país. Se abdicasse disso, teria a minha simpatia e apoio e o desejo do seu sucesso como governante.

  3. Muito obrigada, Carlos Tavares, pelo seu comentário tão interessante e elucidativo!

  4. carlosalvares diz:

    ESPAÇO DO PARASITA————A E S P E R A N Ç A DOS A B U T R E S
    O actual Governo foi ferozmente disputado.Quem perdeu, diz-se vítima de fraude. Os vencedores dirão que ganhou a inteligencia. Qualquer dos lados tem os seus argumentos. Mas, por agora, não vale a pena gastar tempo a aprofundar o caso. Interessa mais avaliar o comportamento de alguma Comunicação Social e de alguns políticos e comentadores, autenticos abutres à espera de carne morta – “o Governo não conseguir o entendimento necessário para poder governar.” Para já sofreram uma primeira derrota – O ORÇAMENTO FOI APROVADO.
    Reparemos porém como, com raras e honrosas excepções, são analisadas negativamente as negociações com Bruxelas sobre o Orçamento. Acontece até, numa atitude eticamente condenável, o mesmo jornalista ou comentador, surgir em mais do que um órgão de informação, a dar um parecer negativo ao Governo ou ao Orçamento.
    RUI RAMOS/Observador: Marcelo pode ser, se quiser, um Presidente forte. Não sendo uma vitória da direita, porque não foi é assim que o candidato se posicionou, “é no entanto uma grande derrota das esquerdas”, porque foi aí que os seus principais rivais se situaram. (OBS: –FORMADO GOVERNO EM QUE A ESQUERDA ESTÁ REPRESENTADA, COMO PODEM ESTAS SEREM CONSIDERADAS PRINCIPAIS RIVAIS,?,,,) //// MIGUEL PINHEIRO/Observador: António Costa perdeu à direita – e à esquerda. Quando a aliança “das esquerdas se fragilizar”, Marcelo Rebelo de Sousa convocará eleições assim que perceba que esse movimento não o coloca em perigo. (OBS – O CROCITAR DOS ABUTRES:::) //// CARLOS GASPAR/Observador: “A ausência de maioria parlamentar sólida e coerente”, vai dar ao Presidente da República, poder cada vez maior. (OBS:- O PARLAMENTO ESTÁ A FUNCIONAR COM TODA A LEGALIDADE. AS DECISÕES QUE TOMA, PODEM É NÃO AGRADAR A TODOS..) //// HELENA MATOS //Observador: Qual é o poder de um homem só ? – Afinal, qual é o poder deste homem que na noite em que ganhou as presidenciais chegou a uma Faculdade em cujo exterior “o esperavam pouco mais de uma dúzia de apoiantes” e uma multidão de jornalistas? Nem Passos nem Costa nem os portugueses nem Marcelo Presidente o explica. Só se fosse na televisão. Mas, a partir de Belém não se sabe. (OBS – SAIS DE FRUTOS PARA A AZIA DA AUTORA DESTE COMENTÁRIO. ALÉM DE LEMBRAR QUE MARCELO PRESCINDIU DE APOIANTES.) //// JOÃO AGUIAR: vamos ter uma “presidência muito divertida”. Espero que a RTP desafie o novo Presidente da República, para um comentário semanal em horário nobre.(OBS – PRESIDÊNCIA DIVERTIDA. COM PALHAÇOS MELHORAVA. QUALQUER UM SE PODE CANDIDATAR. ACONSELHO-O A QUE NÃO PERCA TEMPO.)
    DAVID DINIS/A política, D.M. (depois de Marcelo): Com mais legitimidade que Costa, com mais um problema – talvez dois, se contarmos com o PCP. O PSD não pode bater palmas. E “o namoro Marcelo-Costa, dura quanto”? (OBS:- CASO NÃO DÊ EM CASAMENTO VAI DURAR, O MÍNIMO, QUATRO ANOS….) //// PAULO FERREIRA: o primeiro Presidente da República que a isso esteva destinado desde pequenino. E se o estilo conciliador for para manter, é uma boa notícia para António Costa. (OBS –: À PARTE A IRONIA, A BOA NOTÍCIA É PARA TODOS OS PORTUGUESES E NÃO APENAS PARA ANTÓNIO COSTA ) //// NUNO GAROUPA: “Um regresso dos consensos?” A questão é simples – voltamos à crispação gerigonça/PàF ou evoluímos para os consensos ao centro defendidos por Marcelo Rebelo de Sousa?”(OBS — POUCA FÉ. PàF É QUE NUNCA MAIS. LAGARTO! ..LAGARTO!..) ////
    ALEXANDRE HOMEM CRISTO/2016 igual a 2006: António Costa, pensa que ganhou com Marcelo que este é a sua alma gémea política “Rapidamente se aperceberá do engano”.(OBS:– CÁ ESTÁ O CROCITAR DO ABUTRE – VADE RETRO SATANA! )

    Na “retraite” (reforma) o tempo sobra-me. Procuro então assuntos para o aproveitar. O que escrevo e a que chamo DESABAFOS, dá-me ocasião para tal. Embora aborde coisas sérias e importantes, não tenho quaisquer ambições de que despertem a atenção ou interesse de alguém. São só, como já disse DESABAFOS. Como hoje já gastei o tempo a eles destinado, fica para outra ocasião o que ainda tenho para escrever.
    Carlos Patrício Álvares (Chaubet)

  5. jose neves diz:

    Em vários comentários que coloquei no Aspirina acerca de artigos de Valupi contendo dúvidas suas sobre a “brandura” Costa e comparações com Sócrates, disse que “Costa não caça moscas com vinagre mas sim com açucar”.
    Cada vez se nota mais esse predicado na personagem que com o seu eterno sorriso, mesmo contra os ataques, e respostas que parecem fora do contexto (especialmente fora do contexto do “jornalismo” à portuguesa) mas que pensando bem são pérolas de sentido e oportunidade política tanto desarmantes para o adversário como cativantes para os dialogantes de momento.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s