O cartaz do Bloco

Cartaz Bloco Jesus

Também sou daquelas que não gostou deste cartaz do Bloco de Esquerda. Mas não acho que seja caso para reacções histéricas como algumas que vi e li, oriundas de várias partes, desde políticos a elementos da igreja. Concordo que a religião de cada um pertence à sua esfera íntima, como a orientação sexual e algumas mais. E por isso não alinho em qualquer tipo de manifestação que possa ser interpretada como uma violação dessas esferas ainda que  no plano simbólico, como é o caso deste cartaz que causou perturbação em algumas pessoas. A causa da adopção está ganha e não precisa mais de conotações ainda que simbólicas. Nesse ponto, o cartaz é de mau gosto.

Penso, por outro lado, que as reacções exageradas neste caso chamaram ainda mais a atenção para o cartaz e o que me parece mais estranho e contraditório é que essas reacções tenham vindo de pessoas que se assumem publicamente como cristãs. E digo contraditório porque, abstraindo da conotação política, a Igreja sustenta a dupla paternidade de Jesus. Segundo a Bílbia, Jesus é filho de Deus e a Igreja ensina que José (S. José) é pai adoptivo de Jesus.

Não sou uma conhecedora da história do Cristianismo mas frequentei o liceu num colégio religioso de freiras e guardei sempre na memória a resposta dada nas aulas de Religião e Moral (os tempos eram outros!) à curiosidade das raparigas (o colégio era só de raparigas)  à pergunta sobre a virgindade de Maria, Mãe de Jesus.

A Madre Maria Clara, uma freira severa e de poucos risos, não admitia perguntas impertinentes como as que lhe fazíamos e encontrava sempre respostas que nos desarmavam para novas perguntas. A Madre explicava assim o fenómeno da virgindade de Maria, Mãe de Jesus, e a ausência de um Pai, “homem”:

assim como o raio de luz atravessa o vidro sem deixar mácula, assim um raio divino atravessou Maria e a fez dar à luz Jesus“.

Hoje, ao recordar esta frase constato a sua beleza estilística e não vejo que possa ser ofensa aos cristãos constatar que Jesus Cristo, concebido por obra e graça do Espírito Santo, é filho de Deus, e é também filho (adoptivo) de José.

Penso que teria sido mais inteligente da parte dos que se escandalizaram com o cartaz do Bloco, mesmo que os seus responsáveis o tenham depois considerado um erro, terem feito alguma pedagogia em torno da fé  e do dogma do nascimento de Jesus, em vez de se fixarem na conotação com a lei da adopção.

O que será que responderam aos seus filhos e netos se estes lhe perguntaram quem era o Pai de Jesus e porque razão tinha dois Pais?

Um pouco de serenidade faz falta para reagir a estas coisas…

Esta entrada foi publicada em Sociedade, Sociologia dos Média com as etiquetas . ligação permanente.

3 respostas a O cartaz do Bloco

  1. Lucas Galuxo diz:

    Quem publicou o cartaz não está interessado em participar em debates teológicos ou elaborar sobre linguagem religiosa. O seu único propósito foi afrontar quem tem convicções diferentes das suas. A divulgação do cartaz deveria ser promovida por forma a dar a conhecer à população a fibra cívica dos seus autores.

  2. MCTorres diz:

    Abaixo todas as religiões. Elas são a principal causa da exploração criminosa do homem pelo homem. A começar por essas horrendas instituições criadas para isso mesmo. E mais nada digo!

  3. Abraham Chévre au Lait diz:

    Claro como água,minha querida! Só não atino de onde podem ter saído tantos sacristas,de todos os quadrantes políticos, tão arrepiados com o que lhes parece uma heresia! Se é a sacrossanta Bíblia que desenvolve todo o enredo do acontecido,forçoso é,para os crentes,acreditarem nela! De outro modo é a excomunhão! Jesus tem dois pais,é o que diz a Santa Madre Igreja!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s