“Incentivo”‘ dizem eles!

EuropaOs burocratas de Bruxelas usam para com Portugal ameaças a que chamam “incentivos”. Querem punir para estimular e incentivar, dizem eles. As sanções são para eles uma espécie de chicote com que exibem o seu poder. Andam a levantar o chicote há meses e masturbam-se mentalmente com o efeito que produzem.

Dizem que as chicotadas, perdão, as sanções serão “inteligentes”, esquecendo que burros como eles  não passam de burros. Para eles Portugal é uma especie de praça de touros com o alemão  Schauble no papel de inteligente passeando-se na arena a pensar que por cá os bois são mansos e não marram.

O “incentivo” que querem aplicar a Portugal devia ser-lhes retribuído com umas “marradas” a sério. Para que fossem tourear outro!

Esta entrada foi publicada em Eurogrupo, Política com as etiquetas . ligação permanente.

4 respostas a “Incentivo”‘ dizem eles!

  1. Sergio Paradiz diz:

    Acredito que mesmo nos pasquins mais populistas ( ha pasquins que nao sejam populistas ?) faz sentido pedir aos cidadaos que parem para pensar . Porque se houver um que o faça ja tera valido a pena. Isto vem a proposito do que neste blog vem escrito sobre as sançoes. A linguagem é nao deixa margem para discussoes nem para ilusoes. O populismo nem Laclauniano é . É sim puramente bruto. Nao ha argumentos . Ha “rotulos” que se usam como armas de arremesso. Sera que Estrela Serrano ou que com ela escreve pode contraditar, qo que abaixo se escreve? É que se o fizer contribui de facto para uma discussao seria.
    “Nota 1:O objectivo das sançoes nao é colocar o infractor em pior situaçao economica, mas antes evitar que a situaçao economica sofra maior degradaçao, pela manutençao de uma politica que conduz a esse agravamento. Ou de outro modo : se nao houver sançoes que outros mecanismos podem ser utilizados para evitar o caminho para novo resgate?
    Nota 2: A discussão sobre se Portugal tem condiçoes para viver num quadro com regras de politica economica previamente fixadas, assemelha-se a da entrada para a moeda unica. Aqueles que defendem que, fora do Euro, Portugal tem melhores condiçoes para se “proteger”, porque pode recorrer a desvalorizaçao da moeda, reconhecem que o argumento é, de facto, uma falacia. Porque significa que Portugal pode sempre “resolver” os problemas, que decorrem da ausencia de estrutura social e economica competitiva, “subvertendo as regras”, i.e., desvalorizando. Só que só “resolve” “ agora e neste momento”.
    Defender a capacidade de desvalorizaçao da moeda, como instrumento fundamental de politica economica, equivale a reconhecer a incapacidade de tomar as medidas de fundo, que alterem a estrutura da sociedade, tornando-a capaz de criar mais riqueza e melhorar a vida dos cidadaos. Do mesmo modo que, defender sistematicamente razoes para deixar de cumprir as regras, significa sempre, desistir e enganar.
    As regras decorrentes da adesao implicam sempre – como em qualquer estrutura social – uma perda de autonomia, i.e., a obediencia a normas que protegem, nao o interesse particular, mas o interesse comum. Ha uma de-democratizaçao ao nivel de cada sociedade-estado (Habermas). Mas esta é a melhor resposta que ate agora encontramos, perante os desafios de uma economia globalizada.
    ” U can´t have the cake eat it too “. Embora nao faltem actores politicos que nos queiram convencer que isso é possivel.
    Exactamente por isto, a resposta à questao “se Portugal tem capacidade de viver num mundo de decisões de política económica com regras fixadas previamente”(?) só pode ser : – Tem…..ou desiste.”
    SP

  2. Mas com os bancos italianos falidos e o grande banco alemão completamente roto eles vão saltar que nem castanholas ! é só uma questão de ter mais um bocadinho de paciência.
    A seguir estouram os bancos franceses. Vai ser um fartote quando a “austeridade” tiver de chegar aos contribuintes alemães, vai, vai !

  3. mariamadalena639@gmail.com diz:

    «BURROCRATAS» que ainda não perceberam que estão a mais. Haja coragem para que sejam eleitos e não nomeados por quem lhes encomenda os recados.

  4. Maria Antonia Costa diz:

    Cambada de bandidos é o que eles são. O resto dos países que não cumprem olha para o lado e o alemão agora é o chefe da banda!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s