O que leva Passos Coelho a apresentar um livro com confidências sexuais de politicos?

A resposta à pergunta do titulo deste post é a mesma que daria à pergunta sobre o que leva um politico a fazer confidências a um jornalista: em ambos os casos é o desejo de agradar, de criar confiança para ser “bem tratado” no jornal desse jornalista. Mas os politicos não fazem confidências a qualquer jornalista. Tem de ser um jornalista com capacidade editorial: um director, um editor, um colunista de relevo inscrevem-se nessa categoria. Passos quis agradar a Saraiva, certamente a pensar que uma recusa lhe valeria uma crónica negativa deste no semanário Sol.

Saraiva, arquitecto de profissão,  foi director do semanário mais importante do Pais, o Expresso, no qual a sua principal função era “desenhar” a primeira página, como ele próprio me disse numa entrevista que lhe fiz no programa da RTP2, Clube de Jornalistas”.  Saraiva nunca foi jornalista, mas sim “equiparado” a jornalista, figura prevista para que pessoas com outras actividades possam dirigir jornais. Sobre jornalismo, a sua ética e deontologia, não se lhe conhece qualquer reflexão. Verdade se diga que não é o único…

Como director do Expresso, Saraiva  marcava o tom do jornal em editoriais inspirados nos almoços e jantares em que ouvia intrigas e confidências sobre politica e, sabemos agora, sobre sexo, mistura, aliás, explosiva. Proximidade e promiscuidade confundem-se amiúde nessa relação.

Em livros anteriores e nas entrevistas que Saraiva foi dando, percebe-se já um voyeurismo mal contido, um gosto pelos corredores da política, uma pulsão pelo buraco da fechadura (que agora ilustra a capa do novo livro) e se traduz no olhar perverso que ostenta nesta fotografia.jose_antonio_saraiva_sol-1

Passos Coelho quer dar testemunho público da admiração que nutre por esta personagem, fazendo a apresentação do livro, mesmo depois de saber que é um livro de devassa. Passos  alega coerência e  cumprimento da palavra dada, ignorando que a sua atitude representa objectivamente uma legitimação da falta de vergonha e de decência de alguém que, com este livro bateu no fundo.

 

 

Esta entrada foi publicada em Comunicação e Política, Jornalismo, Política com as etiquetas . ligação permanente.

2 respostas a O que leva Passos Coelho a apresentar um livro com confidências sexuais de politicos?

  1. Passos foi escolhido por Saraiva por serem almas gémeas. Tanto um como outro , não olham a meios para que se fale deles —mesmo que seja mal..Confirma-se o velho ditado: “PARA QUEM NÃO TEM VERGONHA……………Chaubet

  2. António Ventura diz:

    Calhando, o saraiva escolheu o passos porque este tb se dedica a mexericos sexuais sobre políticos . Almas gêmeas, portanto.
    http://www.youtube.com/watch?v=hDcU-5l-N2s

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s