Rui Moreira tem medo de quê?

Não sou do Porto mas gosto muito do Porto. Não sou, portanto, eleitora de Rui Moreira ou de qualquer outra candidatura à câmara municipal do Porto (CMP). No entanto, acompanhei com interesse a vitória de Moreira e vi o entusiasmo de muitos colegas e amigos que o apoiaram e festejaram depois a sua vitória.

Entre os seus fiéis companheiros encontra-se o socialista Manuel Pizarro, (que não conheço pessoalmente), mas cuja postura e  intervenções públicas revelam ser uma pessoa de princípios, bem formada e fiel aos seus compromissos e ideias. Foi um colaborador leal e empenhado de Rui Moreira que muito contribuíu para o sucesso da autarquia nos últimos quatro anos.

Rui Moreira  candidata-se à CMP como independente, tal como da primeira vez  e aceitou o apoio do PS e do CDS. Manuel Pizarro bateu-se pelo apoio do PS a Moreira e este parecia desejar continuar a ter a colaboração de Pizarro  num próximo mandato.

Eis porém que uma entrevista da dirigente do PS, Ana Catarina Mendes, afirmando que uma vitória de Moreira seria também uma vitória o PS pôs em polvorosa Rui Moreira e o seu “núcleo duro” que decidiram repudiar o apoio que antes aceitaram, em nome de uma “independência” que Ana Catarina Mendes nem ninguém do PS questionou. 

Dir-se-ia que o tal “núcleo duro” de Rui Moreira tem pouca fé na independência do seu candidato, já que a consideram ameaçada por uma declaração natural e coerente que não pode ter a leitura enviezada que dela foi feita.

Pois não é verdade que se um partido ou outra  instituição apoia alguém numa candidatura a uma eleição e esse alguém vence a vitória é também daqueles que o apoiaram? E em que é que a partilha de uma vitória retira independência e mérito ao vencedor? Os partidos têm lepra?

O que é que Rui Moreira tem contra os partidos para recusar assim tão abruptamente o apoio de um partido? Será que os portuenses têm consciência de que o actual presidente da autarquia é um homem anti-partidos? Será que os “jobs” (se é que os há) são só para os seus  “boys”?

Tudo leva a crer que esta é uma história mal contada.

 

Advertisements
Esta entrada foi publicada em Política com as etiquetas , , . ligação permanente.

Uma resposta a Rui Moreira tem medo de quê?

  1. J. Madeira diz:

    Há algum tempo que o independente do Porto destrata o PS e, o próprio
    Governo deste partido, nas poucas vezes que o ouvi discursar não gostei
    do seu tom um tanto arrogante e convencido logo, aproveitou este pretexto
    para uma imitação grosseira do gesto do prof. Marcelo em relação ao PSD!
    Todos sabemos que os partidos estão na génese da democracia apesar de,
    muitas vezes criticarmos a partidocracia! Será altura do PS reavaliar se deve
    ou não testar o que vale no PORTO e, deixar o “ofendido” com o seu núcleo
    duro a tratar da reeleição!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s