Quando um burro zurra…

burrosO ministro da Presidência e dos Assuntos Parlamentares, Luís Marques Guedes, desvalorizou o manifesto assinado por estrangeiros, afirmando  que “a única questão que pode ter relevo aqui é se alguma dessas entidades é credora. Se não forem credores internacionais, a opinião internacional para uma matéria como esta não parece que seja de muito relevo para o nosso país”.

Este tipo de raciocínio tem dois problemas:

O primeiro, é que “os credores” não são a Santa Casa da Misericórdia, cobram juros, e altos,  pelos empréstimos que nos fazem. Não se trata pois de caridade nem “os credores” são o banco alimentar da senhora Jonet ou a sopa dos pobres. Emprestam-nos dinheiro e ganham com isso.

O  segundo  é que, levando à letra as palavras do ministro os portugueses não deviam dar ouvidos ao que o governo diz, porque se ele só ouve “os credores”, então devíamos fazer-lhe o mesmo: não devíamos ouvi-lo porque ele não lhe devemos nada, ele não nos empresta, nem dá, só tira.

O governo põe-se de cócoras e treme perante  “os credores” só de pensar que eles podem não gostar de alguma coisa que se diga por cá. Por isso tem medo e irrita-se com Manifestos.

Diz o povo que “quando um burro zurra os outros baixam as orelhas”. O governo baixa as orelhas mal o burro de Bruxelas zurra.

 

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Economia, Governo com as etiquetas . ligação permanente.

Uma resposta a Quando um burro zurra…

  1. Parabéns a Estrela Serrano por esta “burricada”. O texto é breve, mas assertivo. Além disso a peça ficou enriquecida com a inclusão deste quadro edílico com burros a retoiçar. Arre, burro.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s