Finalmente, uma estratégia para a Caixa Geral de Depósitos

Centeno CGDO ministro das Finanças, Mário Centeno, expôs hoje em conferência de imprensa a estratégia em preparação para a Caixa Geral de Depósitos. É a primeira vez que um ministro das Finanças apresenta publicamente as linhas gerais do plano de reestruturação do banco público e identifica os seus principais problemas e as respectivas soluções.

O PSD e o CDS, bem como alguns colunistas, vieram imediatamente criticar o ministro e o governo mostrando que não estão interessados em questões macro (que devem considerar como minudências). Queriam, isso sim, que o ministro tivesse dito, ali e agora, a quanto vai ascender a recapitalização, quantos balcões encerram, quantos trabalhadores ficam e quantos saem, pouco lhes importando que esses dados estejam ainda a ser discutidos com a Comissão Europeia. No fundo, a reconfiguração da Caixa e as soluções para os problemas não lhes interessam, querem é números aqui e agora.

Recorde-se que o governo vinha sendo fortemente atacado por não confirmar  as notícias que os jornais publicavam sobre os valores da capitalização da Caixa. Foram aliás essas notícias e a recusa do governo em confirmá-las que levaram o PSD e o CDS a avançarem com a criação de uma comissão parlamentar de inquérito (CPI). O que farão quando os números forem conhecidos? Extinguem a CPI?

Tão nervosos andam que não repararam que o ministro Centeno ao marcar  a conferência de imprensa, (mesmo sem os números que queriam)  realizada um dia depois de ser conhecida a crítica da Comissão Europeia ao anterior governo e à  sua ministra das Finanças pelo estado a que deixaram chegar o Banif,  lhes fez o enorme favor de desviar as atenções do Banif para a Caixa Geral de Depósitos.

Mais esperta, a ex-ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque, tentou desviar as atenções da crítica da CE de que foi alvo, espalhando rumores sobre a Caixa num artigo no Jornal de Negócios, posteriormente desmentido pelo ministro. De certo modo, conseguiu-o já que os críticos de Centeno pouparam Maria Luís.

 

 

 

 

 

 

Esta entrada foi publicada em Comunicação e Política, Economia, Governo, Política com as etiquetas . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s