Marinho e Pinto e os debates eleitorais

Marinho e Pinto, líder de um novo partido candidato às próximas eleições legislativas – Partido Democrático Republicano –  PDR – pediu a intervenção do Provedor de Justiça na polémica sobre os debates na comunicação social entre as várias candidaturas. Não é surpresa, sendo ele jurista e possuindo a expectativa de obter um resultado próximo daquele que lhe permitiu ser eleito para o Parlamento Europeu.

Seja como for, e ainda que a expectativa fosse nula, Marinho e Pinto fez o que devia fazer, isto é, dirigir-se ao Provedor da Justiça em vez de ir pedir aos directores das televisões, como fez o CDS  para incluírem Paulo Portas .

O curioso nesta questão é que aplicando critérios editoriais as televisões não poderiam deixar de incluir Marinho e Pinto nos debates eleitorais.  Imagina-se o que seria um debate de  Marinho e Pinto com Passos ou com Portas! A avaliar pelo estilo vibrante e sem papas na língua de Marinho e Pinto – recorde-se o debate com Manuela Moura Guedes na TVI  – as audiências estariam garantidas.Marinho e Pinto TVI

Cai pois por terra a invocação do critério jornalístico para uma eventual cedência das televisões à exigência do CDS: incluir Portas porque é “bom” nos debates não chega porque Marinho e Pinto também “é bom”.  E Marinho e Pinto lidera uma candidatura mas Portas não.

De qualquer modo, o que não falta são assuntos e protagonistas para interessantes debates eleitorais. Por exemplo: Maria Luís Albuquerque com Mário Centeno (sobre Finanças); Pires de Lima com Caldeira Cabral (sobre Economia); Paula Teixeira da Cruz com Jorge Lacão (sobre Justiça); Rui Tavares com Catarina Martins (sobre alianças à esquerda);  e muitos outros, para debates a dois, a três, a quatro…por aí fora.

Veremos quais os critérios que irão prevalecer e quem os vai decidir.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Jornalismo, Política, Sociologia dos Média, Televisão com as etiquetas , . ligação permanente.

2 respostas a Marinho e Pinto e os debates eleitorais

  1. Augusto diz:

    Interessante as suas escolhas, eu propono -lhe outras talvez mais interessantes porque os protagonnista têm propostas realmente diferentes:
    Mario Centeno versus Francisco Louçã sobre finanças
    Paula Teixeira da Cruz versus Garcia Pereira sobre a justiça
    Henrique Neto versus Pires de Lima sobre economia
    Manuel Alegre versus Catarina Martins sobre alianças a esquerda
    Aí sim teríamos DEBATE e contraditório , o que propõem é mais do mesmo

    Mas como o PS gosta muito do Rui Tavares poderiam organizar um debate entre ele e o Jose Manuel Coelho da Madeira .

  2. cristof9 diz:

    Só relevante ,se dermos valor a captação de votos com a propaganda, deste periodo. Que não subscrevo, porque ninguem que eu conheça tem pachorra par periodos eleitorais; tambem por que muitos dos debates sugeridos, já aconteceram, e frequentemente nos canais privados.
    Alias, tirando uma faixa cada vez menor de cidadãos, os canais públicos tornam.se residuais dia após dia. Mesmo nos EUA H.Clinton , fez a sua abertura de campanha no… twiter!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s